LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

segunda-feira, 13 de março de 2017

Sem esperança, 76% dos leitores não acreditam na melhora da Economia


76% dos leitores não acreditam em melhora da economia com Temer(Foto: Reprodução/Internet)

Apesar de eleger a pauta econômica como ponto principal das ações em seu governo, Michel Temer ainda não transmite a credibilidade e confiança para recolocar o país nos trilhos do progresso novamente. É o que aponta recente pesquisa de opinião promovida pelo Site Miséria, que contou com a participação dos leitores. 

A amostragem quis saber se, com o governo Temer, era possível crer em uma reação da economia brasileira até o final do ano. O resultado não foi otimista: 76,71% dos votos diz que não há como permanecer esperançoso e aguardar por ventos contrários à crise até o final do ano. Mas há quem acredite na retomada econômica após as ações do Executivo, esses somam 24,9% dos votos.
 

A popularidade do Presidente da República nas Redes Sociais foi tema de recente pesquisa assinada pela empresa de inteligência digital Veto, que se baseou no perfil de 30 mil usuários do Facebook e Twitter para traçar o quão popular é se mostra Michel Temer que, em recente discurso, declarou que admiração da sociedade não é prioridade em seu governo.
 

A taxa de rejeição de Temer divulgada pela Veto foi de 89%. Esse índice demonstra o quão acertiva e indispensável é a pesquisa de opinião do Miséria, que indicou porcentagem muito similar à empresa de inteligência.
 

Pautas como a PEC do Teto (que limita investimentos federais por um determinado período de tempo) e a Reforma da Previdência são, segundo o levantamento, os principais causadores da baixa popularidade do presidente.
 

O desafio e as manobras econômicas de Temer claramente seguem um caminho impopular e conturbado. Os desdobramentos, entretanto, devem ser acompanhados com atenção pela sociedade e pela imprensa, principais agentes responsáveis por eleger e cobrar dos representantes políticos do país.
 



Por Felipe Azevedo/Agência Miséria

Nenhum comentário:

Postar um comentário