LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801 1777

segunda-feira, 27 de março de 2017

Seis homicídios e três mortes em acidentes de trânsito neste fim de semana no Cariri


Nana foi morto em Porteiras, enquanto um cadáver terminou encontrado na Serra do Araripe em Barbalha e George assassinado em Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O plantão policial registrou 10 mortes violentas neste final de semana na região do Cariri ou a mesma quantidade na comparação com o anterior. Foram seis homicídios, três mortes em conseqüência de acidentes de trânsito e uma vítima de queda. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, dois corpos eram de Juazeiro e os demais de Lavras da Mangabeira, Porteiras, Crato, Barbalha, Santana do Cariri, Caririaçu, Araripe e Granjeiro.

Por volta das 21 horas de sexta-feira morreu no Hospital Regional do Cariri Rodrigo Silva Costa, de 17 anos, que residia na Avenida Paulo Maia (Salesianos) em Juazeiro. Ele tinha sido esfaqueado no início da madrugada daquele dia em sua casa quando dois homens chegaram numa moto. Segundo sua companheira de 20 anos, um deles perguntou se ele não iria pagar a conta quando passou a esfaqueá-lo. A vítima respondia atos infracionais em Cedro e Icó, sendo dois deles em segredo de justiça e já esteve internado no Centro Sócio Educativo de Juazeiro.

Uma hora e meia depois, na CE-060 mais precisamente no Alto dos André (Distrito de São Caetano) em Várzea Alegre, o agricultor Raimundo Elias de Araújo, de 62 anos, que residia naquela localidade, foi atropelado por uma moto e morreu no local. Ele tinha passado o dia bebendo e retornava para casa à pé pelo meio da rodovia estadual. O piloto da moto fugiu e, no Hospital São Raimundo, tinha chegado um paciente com escoriações pelo corpo que recebeu atendimento ambulatorial e foi liberado.

Já às 04h30min deste sábado o jovem Francisco Nanam da Silva Cunha, de 28 anos, que residia na Rua Dom Pedro II perto da Igreja Matriz no centro de Porteiras, foi morto a tiros quando seguia para sua residência. Ele tombou no mesmo local onde matou o seu cunhado Geraldo Pereira de Lacerda, de 36 anos, no dia 1º de abril de 2010. Nanam respondia outros crimes como porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal contra Venício da Conceição de Souza em novembro de 2011.

Às 9 horas foi encontrado o cadáver de José Iago Ribeiro Guimarães, de 21 anos, que residia na Rua Férrer Bezerra, 378 (Bairro Muriti) em Crato. O corpo estava na Chapada do Calange a uma distância de 10 metros para a estrada que liga àquela localidade com o Sítio Santa Rosa. A vítima trajava apenas uma cueca e apresentava marcas de violência a exemplo de hematomas no rosto e um enorme pedaço de pau sobre o corpo. Às margens da estrada estavam o seu short, uma camisa e a viseira de um capacete.

Cerca de uma hora depois foi achado o cadáver de um homem na Serra do Araripe (Distrito do Caldas) em Barbalha. Estava de bruços e o corpo parcialmente queimado já que os assassinos atearam fogo. No local nenhuma informação sobre alguém desaparecido e ninguém o reconheceu. Policiais militares estiveram no local e não descartam a possibilidade de uma “desova”. 
 

Por volta das 13h30min, na CE-166 entre Santana do Cariri e Nova Olinda, o agricultor Antonio Ferreira da Silva, de 49 anos, foi morto a tiros. Ele residia na Estrada do Brejo (Vila Campos) em Potengi e o crime aconteceu em frente ao terreno de “Chiquim das Lojas” em Santana. O mesmo pilotava sua moto na direção de Nova Olinda quando foi seguido por um Fiat Uno de cor verde e um dos ocupantes atirou. Antonio abandonou a moto e adentrou o mato, mas foi perseguido e morto. Ele respondia por porte ilegal de arma de fogo e era suspeito de envolvimento em assaltos a bancos e homicídios.

No período da noite uma colisão de motos às 22 horas, na Rua Luiz Moraes (Bairro Paraíso) em Caririaçu, resultou na morte do agricultor Francisco de Assis Cabral de Freitas, de 21 anos, que residia no Sítio Monte naquele município. Segundo testemunhas, um dos pilotos foi desviar um cavalo causando a colisão e saíram feridos Aparecido Ferreira Duarte, também residente no Sítio Monte, Jociclaudio Nogueira, que mora no Sítio Chocalho, e José Renildo Alves da Silva, de 17 anos, residente no Sítio Umarizinho.


Já as três horas da madrugada deste domingo morreu em um dos leitos do Hospital Santo Antonio de Barbalha, o aposentado Antonio Paulino dos Santos Filho, de 75 anos de idade. Ele residia no município de Araripe, onde sofreu uma queda na última sexta-feira resultando em traumatismo craniano e seu falecimento dois dias depois.

Duas horas após Aurélio Silva de Oliveira, de 43 anos, que residia na Rua São Lazaro (Triângulo), foi executado a tiros. Ele estava na mesa do lado de fora de um bar que funciona na Rua Socorro Norões Mota perto do cruzamento com a Rua Valdomiro Marçal do Carmo no Mercado do Triângulo, onde chegaram dois homens e efetuaram os disparos sem qualquer discussão caracterizando um caso de execução sumária. A vítima não tinha passagens pela polícia.

Às 10h30min, na CE-288 mais precisamente no Sítio Honorato em Granjeiro, o agricultor Cícero Alexandre de Brito, de 46 anos, o “Cícero de Zé de Chagas”, morreu em conseqüência de acidente de trânsito. Ele residia no Distrito de Quitaius em Lavras da Mangabeira e pilotava sua moto Honda CG 125 Titan KS de cor vermelha por àquela rodovia estadual quando foi abalroado por um veículo Golf de cor prata dirigido pelo vendedor José Hedenid Saraiva Grangeiro, que mora no centro de Lavras.
Por Demontier Tenório///miseria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário