LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Multas por uso de celular ao volante crescem 33% este ano

Apenas nos primeiros sete meses deste ano, o número de multas aplicadas a quem usa o celular enquanto dirige já é 33% maior do que em todo o ano passado. Os dados são do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), mantido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

De janeiro a julho, segundo o órgão, esse tipo de infração resultou na aplicação de 759,7 mil multas em todo o país. Ao longo de 2017, as multas impostas pelo uso de celular ao volante somaram um total de 571,6 mil.

O alerta sobre os riscos e ameaças no uso de celular ao volante foi reforçado durante a Semana Nacional de Trânsito, que começou no último dia 18 e vai até a terça-feira (25).

Estudos internacionais indicam que manusear o celular durante a direção é tão perigoso quanto dirigir sob o efeito de álcool. Estima-se que teclar ou atender uma ligação ao volante amplia em 400 vezes a chance de provocar um acidente.

O uso de celular no trânsito também é um risco para os pedestres. É cada vez mais comum o registro de atropelamentos de pessoas que estavam distraídos com o seu smartphone no momento de atravessar uma rua ou um cruzamento.

(Agência Brasil)

Litro a R$ 6,29 – Gasolina e etanol registram alta na semana, segundo pesquisa da ANP

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) registrou, na última semana, alta no preço do litro da gasolina e do etanol vendido nos postos em todo país.

De acordo com dados colhidos pelo órgão regulador em aproximadamente 5,7 mil postos, a gasolina encerrou a semana com valor médio de R$ 4,65 por litro. Na semana anterior, o preço médio foi de R$ 4,62. Durante a pesquisa, a ANP chegou a encontrar estabelecimentos vendendo o combustível a R$ 6,29. A pesquisa abrange o período entre 16 a 22 de setembro.

No mesmo período, o preço do etanol ficou em R$ 2,83. Na semana anterior, entre 9 e 15 de novembro, o valor do litro foi de R$ 2,80.

O diesel comum teve média de preço de R$ 3,64, valor está estável em relação à semana anterior, quando ficou em R$ 3,63. No entanto, o combustível iniciou o mês custando R$ 3,37.

(Agência Brasil)

Anatel irá bloquear celulares roubados e falsificados

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) começa a notificar neste domingo, 23, portadores de aparelhos de telefone celular irregulares nos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, além de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,

Acre, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

O projeto Celular Legal, coordenado pela Anatel, tem como objetivo coibir a aquisição de aparelhos celulares adulterados, roubados e extraviados. O bloqueio de aparelhos roubados já ocorre desde 2002, mas a partir de 2015 passou a ser possível fazê-lo sem o número do Imei (Identificação internacional de equipamento móvel, uma espécie de identidade de cada aparelho). O problema é que esses mesmos celulares roubados bloqueados são fraudados para que possam ser reutilizados.

Segundo a Anatel, quem habilitar um celular irregular nas redes das prestadoras de telefonia móvel receberá por SMS a mensagem: "Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias".

Novas comunicações serão enviadas ao usuário do aparelho irregular 50 dias antes do bloqueio, seguida de outro SMS 25 dias antes. Na véspera, irá o aviso de que o aparelho deixará de funcionar.

Os usuários de aparelhos irregulares nos estados da Região Nordeste e demais estados da Região Norte e Sudeste (incluindo São Paulo) receberão mensagens a partir de 7 de janeiro do ano que vem e o bloqueio desses aparelhos ocorrerá a partir de 24 de março de 2019. Nesses estados, a medida vale somente para aparelhos irregulares habilitados a partir de 7 de janeiro de 2019.

A operação já foi realizada no Distrito Federal e Goiás. Até julho deste ano, foram bloqueados 41.827 aparelhos em Goiás e no Distrito Federal, o que representou 0,3% do total de 12.587.694 de acessos em funcionamento. Os celulares irregulares não foram certificados, nem homologados pela Anatel, não passaram pelos testes de segurança necessários e oferecem riscos aos usuários por serem fabricados com materiais de baixa qualidade.

Com informações da Agência Estado.

Sanfoneiro é morto com tiros de pistola em Tauá

O corpo do sanfoneiro Elton Ribeiro foi encontrado às margens da estrada que liga a BR-020 até a Vila de Poço da Onça, distrito de Carrapateiras, distante cerca de 21km da cidade de Tauá.

Segundo informações, a vítima foi baleada na cabeça e no peito. Eltim, como era conhecido, estava em casa quando chegou um carro ocupado por alguns homens que se disseram policiais e o levaram. Pouco tempo depois, o corpo foi encontrado. Próximo ao local, havia cápsulas de pistola calibre 380.

Elton Ribeiro é músico, já teve participação em várias bandas e morava na localidade de Floresta, também no Carrapateiras.

A causa da morte é desconhecida. O corpo foi levado para o IML de Tauá.

Viaturas do Pró-cidadania, Perícia Forense, Polícias Civil e Militar estiveram no local iniciando as investigações para tentar elucidar o crime. Com informações do Blog do Wilrismar.

Preço da gasolina sobe e chega ao maior valor em dez anos

Às vésperas das eleições deste ano, o preço da gasolina nos postos brasileiros chega ao maior patamar dos últimos dez anos, aumentando a pressão sobre a política de reajustes instituída pela Petrobras durante o governo Michel Temer.

Nesta semana, a gasolina foi vendida em média no Brasil a R$ 4,65 por litro, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), alta de 0,5% com relação à semana anterior.

Desconsiderando picos provocados pelo desabastecimento durante a greve dos caminhoneiros, é o maior valor desde janeiro de 2008 (corrigidos pela inflação), quando a cotação do petróleo se aproximava dos US$ 100 (R$ 400, na cotação atual) por barril. Em junho daquele ano, chegou a bater em US$ 140 por barril (R$ 560). Nessa sexta, 21, o petróleo Brent fechou a US$ 78,80 (cerca de R$ 315).

Além do efeito da cotação do petróleo, a escalada dos preços em 2018 é fruto da valorização do dólar, uma vez que a política adotada pela Petrobras desde outubro de 2016 determina que a venda do combustível no país deve acompanhar o valor do produto importado — o que inclui repassar a variação cambial. No ano, o reajuste acumulado do preço da gasolina nas refinarias da estatal soma 29%, já descontada a inflação do período. Nas bombas, o aumento acumulado é de 10%, também descontada a inflação.

A Petrobras usa sistema parecido na definição dos preços do gás de botijão de 13 quilos. A cada três meses, o valor é reajustado com base na variação das cotações internacionais e do câmbio nos doze meses anteriores.

Essa metodologia foi adotada após a política anterior levar o preço do botijão às alturas e forçar 1,2 milhão de residências brasileiras a usar lenha e carvão para cozinhar. Em 2018, após três reajustes, o preço do gás nas refinarias acumula queda de 8% em relação ao fim do ano anterior.

Em reuniões com representantes dos candidatos, porém, executivos da estatal têm defendido que a manutenção de preços alinhados ao mercado internacional é fundamental para o esforço de redução de seu endividamento. Em uma tentativa de blindar a política atual, a gestão da companhia colocou em estatuto no fim de 2017 cláusulas que obrigam o governo a ressarci-la em caso de concessão de subsídios. A avaliação é que, assim, mudanças abruptas terão que passar por assembleia de acionistas.

Três mulheres são assassinadas em menos de 24 horas na Região Metropolitana de Fortaleza

taxista assaltada
No intervalo inferior a 24 horas, a Região Metropolitana de Fortaleza registrou o assassinato de três mulheres. Em Caucaia, uma adolescente de 16 anos foi morta e os outros dois casos envolveram uma jovem de 19 anos, assassinada em Maranguape, e uma mulher de 26 anos executada a tiros em Aquiraz. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ainda não se pronunciou sobre os casos.

Nessa última ocorrência, segundo informações da TV Diário, Rosivânia Silva Ferreira participava de um bingo quando um grupo de homens armados chegou ao local e efetuou diversos disparos na cabeça da vítima. De acordo com testemunhas, Rosivânia vinha sofrendo ameaças de morte. Nenhum dos criminosos, assim como o veículo utilizado na ação, foram identificados.

Taxista é assaltada

Outra mulher foi alvo de ação criminosa na noite de sábado na Capital cearense. Uma taxista pegou dois passageiros no terminal de ônibus de Messejana e teve o veículo levado. Armados com um revólver calibre 38, João Vitor de Lima, 19, e um adolescente foram capturados pela Polícia Militar na CE-040. A vítima saiu ilesa fisicamente da abordagem da dupla.

A perseguição teve início na altura da entrada da comunidade do Pôr do Sol. Após troca de tiros, os criminosos perderam a direção do veículo Corola e acabaram colidindo. O carro ficou completamente destruído. O caso segue investigado pela Delegacia da Criança e Adolesecente (DCA).

Números alarmantes

Até o dia 12 de setembro deste ano, foram registrados 321 homicídios à mulheres no Estado, segundo dados da SSPDS. Isso representa um aumento de 60%, se comparado a 2017, quando no mesmo período, 197 mulheres perderam a vida.

Destes 321 homicídios a mulheres de 2018, apenas 15 foram registrados pela SSPDS dentro da categoria de feminicídio - crime que tem como principal característica o fato de a vítima ser mulher. A SSPDS esclarece que a maioria dos registros de morte de mulheres está ligada ao tráfico de drogas, o latrocínio e disputa entre grupos criminosos. Com informações do Diário do Nordeste.

Concurso do BNB abre 700 vagas com salários até R$ 4,9 mil

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) divulgou o edital de abertura do novo concurso público com 700 vagas para os cargos de especialista técnico I (qualificador: analista de sistema) e analista bancário I.

As inscrições podem ser feitas na internet pelo link, a partir do dia 24 de setembro. O prazo vai até 15 de outubro. A taxa de inscrição é de R$ 67 para nível superior e R$ 59 para ensino médio.

Para o cargo de especialista técnico são ofertadas quatro vagas, além de 196 para cadastro de reserva. Para concorrer, o candidato deve possuir nível superior. A remuneração inicial atual é de R$ 4.941,17, com jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Já para o cargo de analista bancário, é necessário possuir nível médio. A seleção oferece também quatro vagas, além de formação de cadastro de reserva para 496 classificados. Para concorrer, o candidato deverá apresentar certificado de conclusão de curso de ensino médio. A remuneração é de R$ 2.854,68, com jornada de trabalho de 30 horas semanais.

A seleção será realizada por meio de provas objetivas para os dois cargos e prova discursiva somente para especialista técnico. Para mais informações, 
confira o edital.Com informações do Tribuna do Ceará.

78% dos acidentes durante a madrugada têm vítimas em Fortaleza

A gravidade dos acidentes nas ruas, avenidas e rodovias em Fortaleza tende a aumentar durante a madrugada, conforme dados do Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza 2017, elaborado entre a Prefeitura Municipal e a entidade Bloomberg Philanthropies. O estudo aponta que 78% dos acidentes ocorridos entre 0h e 6h, no ano passado, tiveram vítimas, desde aquelas apenas com ferimentos até as que morrem no sinistro.

Dos 1.327 acidentes contabilizados no período, em 1.033, condutores e/ou passageiros saíram com algum dano físico. Na distribuição temporal, o intervalo com maior incidência foi de meia-noite à 1h, com 331 acidentes; deste, 243 acidentes tiveram alguma vítima. Contudo, a maior proporção ficou no horário de 5h às 6h, com 82,2% de acidentes com vítimas.

O Relatório descreve que, quanto menor é o fluxo veicular nas vias, maior é a probabilidade de ocorrerem acidentes com vítimas. “Isso pode estar relacionado com o potencial de desenvolver velocidades mais elevadas, o que aumenta as chances de acidentes de maior severidade”, diz o levantamento.

Motociclistas

Em 24% dos casos analisados pelo Comitê de Gestão em Dados de Mortalidade (CGDMAT), a velocidade surge como fator contribuinte para morte. Queimaduras severas por arrasto e politraumas intensos “dão indícios de alta velocidade na hora do impacto”, informa o Relatório.

A Prefeitura chama a atenção para o fato de que metade das ocorrências que apresentaram a velocidade como fator contribuinte tiveram motociclistas como vítima morta, “reforçando o grave quadro da realidade problemática da motocicleta em Fortaleza”. Dos 256 mortos no trânsito, no ano passado, 44,9% eram motociclistas e, 4,7%, passageiras de motos.

Além da velocidade, segundo o Relatório, desenhos urbanos e ambiente viário e converter/cruzar sem dar preferência são os outros dois principais fatores contribuintes para acidentes com mortes na cidade. O avanço de preferencial foi associado a motociclistas em 68% das ocorrências onde este fator esteve presente.

Sexta-feira

O estudo também mostra que a maioria dos acidentes ocorreu na sexta-feira - 3.125 dos 20.309 ocorridos no ano passado. Em seguida, vêm a segunda-feira (3.071) e o sábado (3.067). O dia da semana com menor número de registros foi o domingo, com 2.383 sinistros. Com informações do Diário do Nordeste.

Homem é assassinado e tem a cabeça arrancada e colocada dentro da própria barriga

Um homem que não foi identificado, foi brutalmente assassinado na tarde deste domingo (23), no bairro Curió, na Grande Messejana, em Fortaleza. Além de ser morto, os suspeitos ainda arrancaram a cabeça da vítima.

De acordo com a polícia, a vítima teria entre 40 e 50 anos de idade. Após matar e arrancar a cabeça da vítima, os suspeitos ainda abriram o tórax do homem e colocaram a cabeça da vítima dentro da barriga.

Moradores da região não reconheceram a vítima.

População de rua deve ficar fora do Censo 2020

IBGE diz que assunto está em estudo, mas ainda sem previsão

Pauta antiga de entidades da área de direitos humanos, a informação sobre o número de pessoas em situação de rua no país deve continuar desconhecida após o Censo 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o instituto, o assunto é estudado pela equipe técnica, porém ainda sem previsão de inclusão no levantamento.

“Nossas pesquisas consideram apenas domicílios permanentes, e identificar pessoas em situação de rua exige um grande esforço de mobilização, em particular em países com grandes territórios, como o Brasil”, informa o IBGE.

De fevereiro a abril deste ano, o instituto abriu pela primeira vez uma consulta pública para que pessoas e instituições apresentassem sugestões de temas e perguntas para o questionário do Censo Demográfico 2020 por meio do Portal do IBGE.

A necessidade da contagem do número de pessoas que se encontram atualmente nessa condição é uma reivindicação principalmente de instituições e movimentos ligados ao tema, mobilizados em nível nacional.

Em maio, o IBGE começou o primeiro teste de coleta de dados para o Censo 2020 pela internet em 52 municípios das cinco grandes regiões, incluindo domicílios de todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes.

Entre 20 de agosto e 6 de setembro foi realizada a primeira prova piloto do questionário temático do Censo 2020, com perguntas específicas para indígenas, quilombolas e outros povos e comunidades tradicionais. O censo pretende refinar a identificação de povos indígenas e incluir as comunidades quilombolas por meio de uma questão de pertencimento específica, em conformidade com o Decreto nº 8.750 de 2016, que institui o Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais.

A inclusão da população em situação de rua no Censo 2020 já havia sido solicitada pelo Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para a População em Situação de Rua (Ciamp-Rua), instituído em conjunto com a Política Nacional em Situação de Rua pelo Decreto nº 7.053 de 2009.

Número de foragidos da Justiça com tornozeleiras cresce 40% no Ceará


O número presos monitorados eletronicamente, que estão foragidos, aumentou 40% no Ceará, em um ano. De agosto de 2017 a agosto deste ano, o número saltou de 88 para 123. A quantidade de tornozeleiras ativas também cresceu no período, indo de 1.628 para 2.332 - o que representa 43% a mais. Os dados são da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus).

Segundo a coordenadora do Núcleo de Monitoramento Eletrônico da Sejus, Ilma Uchoa, quando a Pasta perde o sinal de um dos equipamentos, imediatamente é comunicado ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para que o juiz decida se expede ou não um mandado de prisão. Ainda conforme ela, há casos em que o magistrado, ao determinar o uso da tornozeleira, já avisa à Secretaria que, se ele romper o aparelho, a Polícia deve ser acionada para capturá-lo.

Ainda de acordo com Ilma Uchoa, a Sejus sabe de imediato quando o sinal da tornozeleira é perdido, seja por interferência no sinal ou, quando o dispositivo é quebrado. "A partir desse momento, entramos em contato com o preso para saber o que ocorreu, porque ele pode ter precisado quebrar a tornozeleira para ir ao médico, levar algum parente, ou, o sinal pode ter sido perdido por conta da área".

Ela acrescenta que o equipamento é "extremamente eficiente", porque consegue monitorar cada passo do preso, inclusive servindo como prova caso ele cometa algum delito. Para monitorar com precisão os detentos, o equipamento utiliza um sistema com dois chips, que apontam a localização exata, inclusive de altitude do dispositivo.

Sobre a possibilidade de detentos monitorados eletronicamente voltarem a cometer delitos, a coordenadora diz que a chance é baixa, mas não nega que ocorra. Ainda conforme ela, a maioria dos presos que burlam a tornozeleira são os que cumprem medidas cautelares.

Custo

O monitoramento eletrônico foi implantado, em fase de teste, em 2012. A medida começou a ser usada de forma efetiva em 2013, com 900 tornozeleira. Inicialmente, elas custavam em torno de R$ 600 ao mês. Hoje, o custo mensal de uma tornozeleiras é de R$ 210, conforme a Sejus.

Para a juíza titular da 2ª Vara de Execuções Penais da Comarca de Fortaleza, Luciana Teixeira, o custo de uma tornozeleira compensa, principalmente, como uma alternativa ao encarceramento. "Hoje, um preso custa cerca de dois mil reais, em um Sistema Penitenciário, que não recupera. Claro que há casos que a única alternativa é a prisão, pelo nível de periculosidade que representa", ressalta.

Para a magistrada, a tornozeleira evita que acusados de crimes como furtos e roubos se transformem em "grandes criminosos", ao ingressarem no Sistema Penitenciário. "Muitos réus primários, que cometeram pequenos delitos, viram grandes criminosos dentro do sistema hostil do presídio. É uma questão de sobrevivência", explica.

Critérios

As tornozeleiras eletrônicas são concedidas tanto no âmbito da execução penal (quando o preso já foi condenado), quanto no do processo criminal (quando ele aguarda a sentença). Entre os critérios apontados pelo Tribunal de Justiçado Ceará (TJCE) à concessão do monitoramento eletrônico, estão o cumprimento de boa parte da pena dentro do regime semiaberto; bom comportamento; não violação da tornozeleira; se é integrante ou não de organização criminosa; e nível de periculosidade.

Um dos envolvidos no latrocínio da universitária Cecília Rachel Gonçalves Moura, de 23 anos, rompeu a tornozeleira momentos antes do crime, ocorrido em abril deste ano. Rodrigo Barbosa de Moura foi capturado quatro dias após o crime. Ele era apontado como o líder da quadrilha especializada em realizar roubos e furtos de veículo.

Em outro caso recente, outro monitorado, Deijair de Sousa Silva, o 'De Deus', teria ordenado a maior matança já ocorrida no Estado, a Chacina das Cajazeiras. 'De Deus' foi preso, em fevereiro deste ano, acusado de ser o mentor intelectual do massacre, que deixou 14 mortos. Ajuíza Luciana Teixeira destaca, porém, que "é muito difícil que um réu, que tenha recebido o monitoramento eletrônico e voltado a cometer crimes, seja contemplado novamente com o benefício".

Atualmente, a Sejus tem núcleos de monitoramento na Capital, Região Metropolitana, Juazeiro do Norte, Quixadá, Sobral e Iguatu. Segundo a Pasta, a maioria dos equipamentos foi acionada como medidas cautelares para pessoas em progressão de regime, ou, em cumprimento de medidas alternativas à prisão. Além das medidas cautelares, 23% das tornozeleiras concedidas, em agosto de 2018, foram por prisão domiciliar, trabalho externo (10,8%), violência doméstica (5,3%) e saída temporária (0,2%). Com informações do Diário do Nordeste.

Bolsonaro lidera, Haddad cresce e Ciro Gomes despenca em nova pesquisa BTG Pactual

Nova pesquisa BTG Pactual da disputa ao Palácio do Planalto, divulgada nesta segunda-feira (24), mostra o crescimento do candidato do PT, Fernando Haddad, e a queda de Ciro Gomes (PDT).

O levantamento foi realizado no final de semana, 22 e 23 de setembro, e foram entrevistadas por telefone, 2.000 eleitores, com idade a partir de 16 anos, em todos os Estados.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR.03861/2018.

Confira os números da pesquisa estimulada

Jair Bolsonaro – 33%
Fernando Haddad – 23%
Ciro Gomes – 10%
Geraldo Alckmin – 8%
Marina Silva – 5%
João Amoêdo – 3%
Henrique Meirelles – 3%
Álvaro Dias – 2%
Outros – 1%
Ninguém/Nenhum – 7%
Branco/Nulo – 2%
Não Sabe – 4%
Não respondeu – 0%

Explosão de botijões de gás provoca incêndio e desabamento de restaurante em Juazeiro. Dois funcionários ficam feridos


Duas pessoas ficaram feridas durante uma explosão seguida de incêndio ocorrida na manhã deste sábado (22-09-2018), na cidade de Juazeiro do Norte, na Região do Cariri (a 528Km de Fortaleza).
Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros Militar daquela cidade, o a causa provável do sinistro foi o vazamento de gás de cozinha. Os botijões explodiram na cozinha de um restaurante situado na Rua São Pedro, no Centro.
Com a explosão dos botijões, parte do teto do restaurante “O Brasão” rui e, logo depois, seguiu-se um incêndio. Dois funcionários que preparavam o almoço acabaram sofrendo queimaduras e foram socorridos por equipes do Samu para o Hospital Regional do Cariri.
Segundo a Polícia, no momento do desastre, por volta de 9h30, não havia clientes no restaurante. Naquela hora os funcionários estavam preparando os alimentos que iriam ser oferecidos no almoço. Moradores e comerciantes da área disseram ter ouvido o barulho das explosões dos botijões, seguidas do incêndio e desabamento do teto do restaurante.
Rapidamente, o Corpo de Bombeiros atendeu à ocorrência e isolou a área para evitar que o fogo se expandisse para outros estabelecimentos comerciais próximos dali, inclusive, uma loja de tintas.
Os dois funcionários permanecem internados e a equipe médica que fez o atendimento ainda não emitiu um boletim sobre o estado de saúde deles. O restaurante continua isolado pela Polícia

HOMEM É MORTO APÓS TENTAR ASSALTAR POLICIAL EM FORTALEZA


Ao perceber o ato, o policial - que estava com uma mulher no banco do carona - disparou contra o trio

Um homem foi morto na manhã deste domingo (23) no viaduto da Avenida Paulino Rocha, nas proximidades da Arena Castelão, no bairro de mesmo nome, enquanto tentava assaltar um casal em um veículo. O motorista, identificado inicialmente como um policial, teria reagido à ação criminosa e matado o suspeito por meio de disparos de arma de fogo. 

A reportagem identificou que a tentativa de assalto teria sido realizada por três suspeitos em um carro que, na altura do viaduto, trancaram o veículo do policial. Ao perceber o ato, o policial - que estava com uma mulher no banco do carona - disparou contra o trio, atingindo um deles. 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou as informações e acrescentou que os demais suspeitos se evadiram após a tentativa de assalto. Contudo, até o momento ninguém foi preso. 

Fonte: Diário do Nordeste

domingo, 23 de setembro de 2018

Jovem é assassinada a tiros em Maranguape

Vítima estaria envolvida com o mundo do tráfico

Uma jovem de 19 anos foi morta próxima da casa onde morava, no bairro Parque Novo Iracema, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza. O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (21).
Segundo informações, Milena dos Santos 19 anos estava com uma criança, que foi baleada na ação. Milena estaria envolvida com o mundo do tráfico, de acordo com populares.
A Polícia não tem pista do suspeito. A criança foi socorrida e seu estado de saúde não foi informado./////pinheirinho.net

Após sequestrar filhos, pai e crianças são encontrados mortos em matagal no interior de SP

Gustavo Santos, de 3 anos, e Bernardo Alves, de 1 ano, foram encontrados mortos em Boituva — Foto: Arquivo Pessoal
Gustavo Santos, de 3 anos, e Bernardo Alves, de 1 ano, foram encontrados mortos em Boituva

O jovem Raí Santos, de 23 anos, e seus dois filhos, Gustavo Santos, de 3 anos, e Bernardo Alves, de 1 ano, foram encontrados mortos em um matagal próximo ao bairro Parque das Árvores, zona rural de Boituva (SP), neste sábado (22). O rapaz estava sumido desde quinta-feira (20) após sequestrar as crianças e ameaçar a ex-mulher.
Segundo a Polícia Militar, uma equipe do Canil de Tatuí (SP) foi quem encontrou as vítimas em uma propriedade rural durante buscas realizadas com equipes da Guarda Civil Municipal.
Ainda de acordo com a polícia, a perícia técnica foi acionada e os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Itapetininga.

Raí Santos, de 23 anos, estava sumido desde quinta-feira (20), em Boituva — Foto: Arquivo Pessoal
Raí Santos, de 23 anos, estava sumido desde quinta-feira

Sequestro - De acordo com a Polícia Civil, a mãe das crianças contou que o rapaz teria discutido com ela na quinta-feira por não aceitar o fim do relacionamento e a ameaçou de morte.
Minutos depois o rapaz foi até a creche, pegou os meninos, passou em uma loja que vende produtos agropecuários, comprou uma corda e, desde então, não foi mais visto.////pinheirinho.net

Em vídeo, Bolsonaro diz que nunca esteve tão bem e espera receber alta até final do mês


Candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro disse em vídeo divulgado em suas redes sociais nessa sexta-feira, 21, que nunca esteve tão bem e espera receber alta hospitalar até o final do mês e que nunca se sentiu tão bem em sua vida.

Bolsonaro está internado no hospital Albert Einstein desde o dia 7 de setembro, depois de sofrer, no dia 6 de setembro, uma facada durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG). Ele foi submetido no mesmo dia a uma cirurgia de emergência na Santa Casa de Misericórdia da cidade mineira antes de ser transferido para o Einstein, em São Paulo.

No hospital paulista, ele foi submetido a uma segunda cirurgia de urgência na semana passada para desobstruir o intestino operado por causa da facada. “Bom dia, amigos, 21 de setembro, sexta-feira, festa da primavera. Nunca me senti tão bem na minha vida. Meu muito obrigado a todos vocês. Até o final do mês, se Deus quiser, estarei de alta, onde então, juntos, enfrentaremos o 7 de outubro, novo marco no rumo do nosso Brasil. Tamo junto, até a vitória”, disse o candidato no vídeo, divulgado em sua conta no Twitter.

O coordenador da campanha do candidato do PSL em São Paulo, deputado federal Major Olimpio (PSL-SP), disse acreditar que, diante da evolução médica de Bolsonaro, ele poderá ter alta antes do primeiro turno. Contudo, o presidenciável continuará sem participar de eventos de rua.

“Alta sim, mas alta com restrições. Não dá para ele subir num caminhão de som ou sair carregado pelos braços do povo. Acredito que, se ele continuar evoluindo positivamente, ele poderá estar liberado do hospital para ficar em casa, tocando a campanha de casa mesmo”, destacou ele, que tem visitado o presidenciável no hospital com frequência.

Boletim médico divulgado nessa sexta pelo hospital afirmou que o candidato do PSL evolui com melhora clínica progressiva, iniciou dieta pastosa e segue sem sinais de infecção. Bolsonaro lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial, cujo primeiro turno está marcado para o dia 7 de outubro.

Na véspera, o presidenciável divulgou outro vídeo em sua conta no Twitter, em que aparece caminhando amparado por uma enfermeira nos corredores do hospital. Na gravação, ele afirma: “Me aguardem. Primeiro turno, hein pessoal?”

Na quinta-feira, o deputado foi submetido a uma drenagem de um líquido detectado nos arredores de seu intestino, em uma tomografia realizada após uma elevação de temperatura (37,7ºC), segundo boletim médico.

Bolsonaro e alguns aliados têm afirmado que trabalharão para que ele vença a corrida presidencial já no primeiro turno, ao mesmo tempo que o presidenciável tem colocado em dúvida a segurança das urnas eletrônicas e levantado a possibilidade de fraude eleitoral, o que foi rejeitado por autoridades da Justiça Eleitoral, incluindo a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber.

Fonte: Agência Reuters

Especialista diz que urnas eletrônicas podem ser fraudadas

Diego Aranha, professor de Engenharia da Computação da Unicamp e da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, é um ferrenho defensor da tese de que é possível fraudar as urnas eletrônicas – mesmo que improvável dada a complexidade do sistema.

Correligionários começaram a repercutir falas de Aranha neste sentido. Em uma recente palestra, ele chegou a mostrar como hackear as urnas para se votar em Darth Vader, icônico vilão da saga Star Wars.

(Veja Online)

Desemprego derruba arrecadação da Previdência em R$ 15 bilhões

A arrecadação líquida do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), que envolve os trabalhadores da iniciativa privada, caiu R$ 1,95 bilhão no bimestre encerrado em agosto. A informação foi confirmada durante a apresentação do Relatório de Receitas e Despesas do governo federal, nessa sexta-feira (21). No acumulado do ano, segundo o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, a frustração de receitas para o setor está em cerca de R$ 15 bilhões.

“Houve mais uma queda da receita do RGPS. Isso aconteceu em todos os bimestres do ano”, afirmou. A previsão inicial de arrecadação da Previdência era de R$ 405 bilhões, mas as atuais projeções do governo indicam receitas na faixa de R$ 390 bilhões.

De acordo com o secretário, o resultado abaixo do esperado está relacionado à lenta recuperação do emprego formal no país. “Isso se reflete na [queda] da massa salarial e consequentemente na arrecadação da Previdência”, explicou. A taxa de desemprego, segundo a mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada em agosto pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), abrange 12,3% da população economicamente ativa, volume 0,6% menor do que o apurado em março. O número representa um contingente de 12,9 milhões de pessoas sem trabalho no país.

Apesar da queda na arrecadação de recursos da Previdência, houve aumento de R$ 3,9 bilhões nas receitas totais das União no quarto bimestre do ano (julho/agosto) em relação ao bimestre anterior (maio/junho). O aumento da arrecadação combinada com a redução no pagamento de despesas obrigatórias vai permitir que o governo libere mais R$ 4,12 bilhões para ministérios e outros órgãos públicos sem ultrapassar o limite de teto de gastos.

Do lado das despesas, houve redução de R$ 1,1 bilhão em pagamentos de benefícios previdenciários nos dois últimos meses. Segundo estimativas apresentadas pelo secretário de Orçamento Federal, George Soares, em cerca de dois anos, o governo já conseguiu economizar R$ 10 bilhões em pagamentos de benefícios irregulares da Previdência Social.

“Houve um esforço de fazer a reavaliação desses benefícios, como revisão de cadastros, mutirão de médicos peritos para revisão de auxílio-doenças. Em termos acumulados, já rendeu algo em torno de R$ 10 bilhões”, afirmou. Apesar da economia, ressaltou Soares, o corte de benefícios irregulares ocorre na margem dos gastos previdenciários e não resolve o problema do setor, que, no ano passado, de acordo com o próprio governo, registrou déficit nominal de R$ 182,4 bilhões, crescimento de 21,8% em relação a 2016.

(Agência Brasil)

Álcool matou mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, aponta OMS

O consumo de álcool foi o responsável pela morte de mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, representando uma em cada 20 mortes. O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS). O relatório global sobre o consumo global de álcool e suas consequências adversas para a saúde aponta que os homens representam mais de três quartos das mortes. No geral, o uso nocivo do álcool causa mais de 5% das doenças no mundo.

Segundo a OMS, 28% das mortes relacionadas ao álcool são resultado de lesões, como as causadas por acidentes de trânsito, autolesão e violência interpessoal; 21% se devem a distúrbios digestivos; 19% a doenças cardiovasculares e o restante por doenças infecciosas, câncer, transtornos mentais e outras condições de saúde.

Mundialmente, o álcool foi responsável por 7,2% das mortes prematuras (de pessoas com menos de 69 anos) em 2016. Além disso, 13,5% mortes entre pessoas entre 20 e 29 anos de idade são atribuídas ao álcool.

A estimativa da organização é que 237 milhões de homens e 46 milhões de mulheres sofram com transtornos relacionados ao consumo de álcool, com maior prevalência entre homens e mulheres na região Europeia (14,8% e 3,5%, respectivamente) e na região das Américas (11,5% e 5,1%, respectivamente). O relatório indica que os transtornos por uso de álcool são mais comuns em países de alta renda.

“O álcool frequentemente fortalece as desigualdades entre e dentro dos países, dificultando a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que exige que as desigualdades sejam reduzidas. Danos provocados por uma determinada quantidade de bebida é maior para os consumidores mais pobres e suas famílias do que para consumidores mais ricos. Este padrão de maior “dano por litro” é encontrado para muitos prejuízos causados pelo álcool”, aponta o relatório.

Consumo

A estimativa da OMS é que 2,3 bilhões de pessoas consumam álcool atualmente. O consumo representa mais da metade da população das Américas, Europa e Pacífico Ocidental.

O consumo médio diário de pessoas que bebem álcool é de 33 gramas de álcool por dia, o equivalente a dois copos (cada um de 150 ml) de vinho, uma garrafa grande de cerveja (750 ml) ou duas doses (cada uma de 40 ml) de bebidas destiladas. A Europa registra o maior consumo per capita do mundo, embora esse tenha diminuído em mais de 10% desde 2010.

O estudo aponta que, nas regiões da África, Américas, Mediterrâneo Oriental e Europa, a porcentagem de consumidores diminuiu desde 2000. No entanto, aumentou na região do Pacífico Ocidental de 51,5% em 2000 para 53,8% hoje e permaneceu estável no sudeste da Ásia.

Perfil

Em todo o mundo, 27% dos jovens com idade entre 15 e 19 anos consomem álcool atualmente. As taxas de consumo são mais altas entre os jovens de 15 a 19 anos na Europa (44%), seguidas das Américas (38%) e do Pacífico Ocidental (38%). Globalmente, 45% do total de álcool é consumido na forma de bebidas alcoólicas. A cerveja é a segunda bebida em termos de consumo puro de álcool (34%), seguida do vinho (12%).

Por outro lado, o estudo indica que mais da metade (57% ou 3,1 bilhões de pessoas) da população global com 15 anos ou mais se absteve de consumir álcool nos últimos 12 meses.

A perspectiva da OMS é que até 2025, o consumo total de álcool per capita em pessoas com 15 anos ou mais de idade aumente nas Américas, no Sudeste Asiático e no Pacífico Ocidental.

“É improvável que isso seja compensado por quedas substanciais no consumo nas outras regiões. Como resultado, o consumo total de álcool per capita no mundo pode chegar a 6,6 litros em 2020 e 7,0 litros em 2025, a menos que as tendências crescentes de consumo de álcool na Região das Américas e no Sudeste Asiático e no Pacífico Ocidental sejam interrompidas e revertidas”, afirma o relatório.

O consumo de álcool entre as mulheres diminuiu na maioria das regiões do mundo, exceto nas regiões do sudeste asiático e do Pacífico Ocidental, mas o número absoluto de mulheres que bebem atualmente aumentou no mundo.

Ao todo, 95% dos países têm impostos sobre o consumo de álcool, mas menos da metade deles usa outras estratégias, como a proibição de vendas abaixo do custo ou descontos por volume. A maioria deles tem algum tipo de restrição à publicidade de cerveja, com proibições totais mais comuns para televisão e rádio, mas menos comuns para a internet e mídias sociais.

(Agência Brasil)