LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

VIOLÊNCIA: Número de homicídios aumenta 26,8% em janeiro



Na Região Metropolitana, os crimes cresceram 4,8%.
O Ceará registrou 349 mortes violentas em janeiro deste ano, o que representa um aumento de 8% ao mesmo período no ano anterior, quando 323 homicídios aconteceram em todo o Estado. Somente em Fortaleza, houve um aumento de 26,8%. Enquanto em janeiro do ano passado, foram 97 mortes, este ano aconteceram 123.

A única área que apresentou redução foi o interior Norte, onde as mortes caíram de 60 para 45, uma queda de 25%. No interior Sul, houve um aumento 13,4%. Foram 82 mortes no ano passado contra 93 este ano. Já na Região Metropolitana de Fortaleza, o número de mortes subiu 4,8%. Foram 84 crimes em 2016, contra 88 este ano. 

Em janeiro, o Governo do Estado tinha comunicado a redução de 15,2% no número de Crimes Violentos Letais no ano passado. Já em 2015, o Ceará tinha registrado queda de 9,5%. Os crimes apontados no levantamento, levam em consideração homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) também confirmou a redução de 6,8% no número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Em janeiro deste ano aconteceram 6.061 crimes, enquanto no ano passado, foram 6.503. O número de furtos teve queda de 3,3%. Foram 4.916 casos em 2016 e 4.756, este ano. 

Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (8), pelo governador do Estado, Camilo Santana e pelo secretário de Segurança André Costa. Esta foi a primeira reunião com André no comando da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Fonte: Cnews

Nenhum comentário:

Postar um comentário