LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sexta-feira, 3 de março de 2017

Polícia apreendeu 91 armas de fogo e 37 quilos de drogas durante o Carnaval no Ceará


No geral, a SSPDS classificou como "satisfatória" a operação desenvolvida durante o Carnaval deste ano

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou, nesta quinta-feira (2), o balanço da operação de segurança desenvolvida para o Carnaval deste ano. De acordo com a polícia, durante o feriadão, foram apreendidas 91 armas de fogo no Ceará, um aumento de 27,48% ante o mesmo período do ano passado. Além disso, a apreensão de drogas subiu 12,97%, com 37,02 quilos registrados em 2017.

De acordo com a SSPDS, a maioria dos casos de apreensão de armas aconteceu no Interior Sul do Estado, com 42 registros. Também foram apreendidas 21 armas de fogo no Interior Norte, 19 em Fortaleza e outras 9 na RMF. Conforme a polícia, um total de 487 pessoas foram presas ou apreendidas em flagrante durante o Carnaval 2017 no Ceará.

No que diz respeito às drogas, a maioria do que foi apreendido corresponde à maconha, com 33,13 quilos. Além disso, os agentes também impediram a circulação de 2,79 quilos de cocaína e 1,09 quilo de crack.

Redução nos Crimes Violentos

No geral, a SSPDS classificou como "satisfatória" a operação desenvolvida durante o Carnaval deste ano. Segundo a pasta, houve, por exemplo, redução nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que englobam homicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios. O número de casos registrados foi de 46 em 2017, contra 53 no ano passado.

As mortes em rodovias estaduais também apresentaram queda. Foram 11 vítimas fatais neste Carnaval, contra 13 registradas no ano passado.



Fonte Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário