LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801 1777

sexta-feira, 17 de março de 2017

Mesmo com queda no cachê, Joelma amarga agenda de shows vazia


Embora continue participando de programas de TV e sem perder espaço nas notícias, Joelma, ex-Calypso, enfrenta um problema maior: a agenda de shows vazia. Desde que iniciou sua carreira solo, os números de interessados em apresentações da cantora diminuíram.
  
Para tentar deslanchar, Joelma hoje tem seus shows vendidos pela produtora A3, de Fortaleza, famosa por representar astros do forró. "É mais fácil emplacar Joelma em festivais com outros artistas do que em shows únicos. Ela ainda faz sucesso na mídia, tem muitos fãs pelo Brasil, mas não vende ingresso", revelou uma fonte ao Extra.

Isso sem falar na queda do cachê. Nos tempos áureos de Calypso, a banda chegava a cobrar R$ 300 mil a R$ 500 mil de cachê. Hoje Joelma pede R$ 80 mil por cada apresentação, o que dificulta manter seus funcionários.

Ximbinha, por sua vez, também vê a carreira despencar. A agenda de shows é quase inexistente e nem o DVD que gravou em 2016 foi lançado, por falta de pagamento para a empresa responsável por prensar o material.




Fonte Noticias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário