LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Foragido da Justiça suspeito da morte de PM em Campo Sales é preso no Piauí



Uma ação integrada entre as Forças de Segurança do Ceará e do Piauí, tendo a frente a Delegacia Municipal de Campos Sales/CE, nesta última quarta-feira (05), resultou na captura de um homem foragido da Justiça envolvido na morte de um policial militar do Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), ocorrida em maio do ano passado.

Marlôncio Benigno Campo (35), vulgo "Neguinho" ou "Moreno", foi capturado no bairro Exposição, em Picos, no Piauí. A prisão foi realizada durante uma operação das Delegacia de Campos Sales e Araripe do Ceará, com o apoio da Delegacia Regional de Picos. Além da prisão de "Neguinho", a Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão, que resultaram na apreensão de um revólver calibre 38 e uma espingarda cal. 36, além de munições, facas e uma quantia em dinheiro.

O homem foi conduzido à sede da delegacia de Picos, onde foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Em seguida, ele foi transferido para a Cadeia Pública de Campos Sales, onde se encontra à disposição da Justiça.


O caso

José Roberto Lemos (25), soldado da Polícia Militar do Ceará, lotado no Batalhão de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), morreu ao ser atingido em uma troca de tiros com traficantes, na manhã do dia 08 de maio de 2016, em um bar na cidade de Campos Sales. 
Um dos suspeitos também foi atingido, durante a troca de tiros e foi socorrido. Dentro da ambulância, o suspeito foi morto por dois homens que interceptaram o veículo. Oito pessoas foram indiciadas por participação direta e indireta na morte do soldado.


 
Fonte SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário