LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sábado, 8 de abril de 2017

Policial civil tem morte misteriosa dentro de casa, em Juazeiro do Norte

POlicial
O corpo do inspetor Robério Augustinho foi encontrado pelo pai  Foto: reprodução/site miséria.com
Tiro acidental, pane na arma ou um caso de suicídio??? São estas as hipóteses que a Polícia vai trabalhar para esclarecer a morte trágica de um inspetor da Polícia Civil do Ceará. O fato ocorreu no fim da tarde de sexta-feira (7), na cidade de Juazeiro do Norte, na região do Cariri (a 528Km de Fortaleza), no Sul do estado.
Era por volta de 17 horas, quando a Polícia foi chamada para ir até a Rua Limoeiro, no bairro Casas Populares, onde foi encontrado morto o policial civil Robério Augustinho de Oliveira, 30 anos, inspetor, que era destacado na Delegacia Municipal da cidade de Caririaçu (a 503Km de Fortaleza). O próprio pai foi quem encontrou o corpo do filho.
A Perícia Forense constatou que um tiro atingiu a cabeça do agente. Robério teve morte imediata. Uma equipe do Samu foi enviada ao local, mas logo os socorristas constataram que o servidor estava em óbito.
Um detalhe, porém, chamou a atenção da Perícia. A arma estava em pane, isto é, sofrera um defeito. Já o pai do rapaz afirma que ele costumava fazer a manutenção da pistola sozinho, em seu quarto, o que levantou a hipótese de um tiro acidental no momento  em que o inspetor estava manuseando a pistola de calibre Ponto 40 (.40).
O corpo de Augustinho foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense de Juazeiro do Norte e, ainda ontem, necropsiado e entregue à família para o sepultamento neste sábado. O inspetor estava nos quadros da Polícia Civil há cerca de dois anos apenas. ////blogdofernandoribeiro.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário