LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Polícia caça restante do bando que matou soldado do Raio em um clube de forró

Soldado morto em Russas Daniel do Prourb
PM Nunes assassinado em Russas. Em Morada Nova, "Daniel do Prourb" foi morto
A Polícia Militar realiza uma caçada na região compreendida entre os Municípios de Russas e Morada Nova na tentativa de localizar os demais integrantes de uma quadrilha que, na madrugada de domingo último (16), matou um soldado do Batalhão de Rondas Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Três integrantes do bando estão mortos. Os demais não foram, ainda, identificados.
Além do PM e dos dois bandidos que trocaram tiros e morreram no interior de um clube na localidade e de Capim Grosso, na zona rural de Russas (a 156Km de Fortaleza), mais duas pessoas acabaram mortas, uma delas, um jovem que estava no local e foi atingido por uma bala perdida.
Deyvid Aless Romão da Silva ainda chegou a ser atendido na Emergência do Hospital de Russas e foi encaminhado ao IJF-Centro, em Fortaleza, onde não resistiu e acabou falecendo.
Já na noite deste domingo, um dos criminosos foi morto numa troca de tiros com a Polícia Militar no bairro Prourb, na periferia da cidade de Morada Nova. Trata-se do foragido da Justiça, Daniel Amaro da Silva, o “Daniel do Prourb”.
Executado
O soldado Menandro Cavalcante Nunes, tinha 33 anos e estava destacado na companhia do BPRaio da cidade de Russas. Na madrugada de domingo ele estava na companhia do colega de farda, soldado PM Carlos Alberto da Silva Alexandre.
Os dois foram até um clube de forró, na comunidade Capim Grosso, e ali se depararam com, pelo menos, cinco homens. Alguns estavam armados. Na tentativa de abordar os suspeitos, os dois PMs foram atacados e baleados. O soldado Nunes morreu na hora, com um tiro na cabeça. Já o soldado Alexandre, mesmo ferido, ainda conseguiu reagir e atirou, matando dois dos bandidos.
Mortos
Os dois bandidos mortos durante o tiroteio dentro do clube de forró não foram ainda identificados, pois não portavam documentos. Os corpos deles permanecem no Núcleo das Perícia Forense da cidade de Russas. ///////////////http://blogdofernandoribeiro.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário