LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Homem grita "Deus é grande" e mata 3 nos EUA



Segundo policiais de Fresno, Kori Ali Muhammad escrevia contra brancos na internet.

FRESNO, EUA - Três pessoas foram mortas a tiros no centro de Fresno, Califórnia, na terça-feira. O autor dos disparos é um homem que gritou "Deus é grande" em árabe para policiais antes de ser preso, disse a polícia.
O suspeito dos ataques a tiros em Fresno foi identificado como Kori Ali Muhammad - Reprodução
O tiroteio começou em torno das 10h45, hora local, quando uma pessoa foi baleada em um caminhão utilitário. Depois, uma segunda pessoa foi baleada numa rua próxima. Depois, uma terceira pessoa foi baleada no estacionamento de uma instituição católica. Uma das vítimas era um segurança.

O chefe de polícia de Fresno, Jerry Dyer, disse que os agentes prenderam Kori Ali Muhammad, de 39 anos, sob custódia em conexão com os tiroteios. Dyer disse que Muhammad se apelidava "Jesus Negro".

Numa entrevista coletiva, Dyer afirmou que Muhammad fez postagens nas redes sociais contra brancos e o governo em sua página no Facebook, e que todas as pessoas em quem ele teria atirado foram homens brancos.

— Imediatamente ao ver o policial, o indivíduo literalmente se jogou contra o chão e foi levado sob custódia e à medida que era levado sob custódia ele gritou ‘Allahu Akhbar’.

O FBI dá apoio à investigação conduzida pela polícia de Fresno, segundo Dyer.

Fonte: oglobo.globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário