LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

domingo, 23 de abril de 2017

Cantor Jerry Adriani morre aos 70 anos, no Rio de Janeiro


Cantor nasceu no dia 29 de janeiro de 1947, em São Paulo ( Foto: Divulgação )

Morreu na tarde deste domingo (23), aos 70 anos, o cantor Jerry Adriani. A informação foi divulgada pela família no Facebook do músico.

Ele estava internado desde o dia 7 de abril na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Vitória, no Rio, para tratar um câncer. Ainda não foram divulgadas informações sobre o velório e o enterro.

Em março, Adriani foi internado por causa de uma trombose venosa profunda na perna direita. Duas semanas depois de receber alta, voltou a ser levado para o hospital devido a complicações.

Após a primeira internação, Adriani chegou a publicar nas redes sociais um vídeo para tranquilizar os fãs. “Para que não se criem falsas verdades, a gente está dizendo que está tudo sob controle e logo, logo estaremos fora daqui para cantar de novo para você. Não vai demorar, se Deus quiser", disse o cantor.

Batizado de Jair Alves de Souza, Jerry Adriani começou a carreira gravando canções em italiano, mas estourou mesmo durante a Jovem Guarda, nos anos 1960. Neto de imigrantes do Brás, antigo bairro operário de São Paulo, Jerry Adriani aprendeu ainda criança canções italianas com a avó materna e estudou acordeão. Seu primeiro disco, "Italianíssimo", foi lançado em 1964.

Adriani também fez carreira na televisão, sendo concorrente de Roberto Carlos com atrações dedicadas ao público jovem da época, como o "Excelsior a Go Go" (1966) e o "A Grande Parada", da TV Tupi (1967/1968).

Nos anos 1980, ele foi redescoberto pela nova geração, em muito pela semelhança de seu timbre vocal com o do cantor Renato Russo, de quem, inclusive, chegou a participar de show-tributo. Entre seus grandes sucessos estão "Querida", "Tudo o que É Bom Dura Pouco" e "Doce, Doce Amor", composta por Raul Seixas, que foi seu produtor.

Adriani tinha completado 70 anos em janeiro deste ano e vinha fazendo shows pelo Brasil desde 2014.

Batizado de Jair Alves de Souza, Jerry Adriani começou a carreira gravando canções em italiano, mas estourou mesmo durante a Jovem Guarda, nos anos 1960. Neto de imigrantes do Brás, antigo bairro operário de São Paulo, Jerry Adriani aprendeu ainda criança canções italianas com a avó materna e estudou acordeão. Seu primeiro disco, "Italianíssimo", foi lançado em 1964.

Adriani também fez carreira na televisão, sendo concorrente de Roberto Carlos com atrações dedicadas ao público jovem da época, como o "Excelsior a Go Go" (1966) e o "A Grande Parada", da TV Tupi (1967/1968).

Nos anos 1980, ele foi redescoberto pela nova geração, em muito pela semelhança de seu timbre vocal com o do cantor Renato Russo, de quem, inclusive, chegou a participar de show-tributo. Entre seus grandes sucessos estão "Querida", "Tudo o que É Bom Dura Pouco" e "Doce, Doce Amor", composta por Raul Seixas, que foi seu produtor.

Adriani tinha completado 70 anos em janeiro deste ano e vinha fazendo shows pelo Brasil desde 2014.

Fonte: Música Uol

Nenhum comentário:

Postar um comentário