LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Avião cai e mata duas pessoas na pista do aeroporto de Aragarças,em Goiás

Luciano Amorim e Elderan Mendes morreram após queda de avião em Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)
Luciano Amorim e Ederan Mendes morreram após queda de avião em Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)

Os pilotos Elderan Mendes de Oliveira, de 37 anos, e Luciano Amorim Alves, de 21 anos, morreram no sábado (1°) após o avião em que eles estavam cair, na pista do aeroporto de Aragarças, na região sudoeste de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, o acidente aconteceu no momento em que a aeronave fazia a decolagem. Segundo o delegado Ricardo Galvão, testemunhas relataram que o motor parou de funcionar no ar.

Ele afirmou ao G1 que o avião já havia apresentado problemas dias antes do acidente. “Eles fizeram a decolagem do avião. O avião por algum motivo falhou o motor. Pela apuração preliminar que fizemos, o motor do avião tinha dado problema dias anteriores, eles arrumaram e foram utilizar o avião ontem. Testemunhas dizem que o motor desligou ainda no ar e o avião caiu na pista”, disse.
Avião caiu na pista do aeroporto de Aragarças, em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Avião caiu na pista do aeroporto de Aragarças, em Goiás (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)


O acidente aconteceu por volta de 18h do sábado. Conforme relatou o delegado, o avião é do tipo ultraleve, destinado para fins experimentais.

Após a queda, o Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar os corpos e a área foi isolada pela Polícia Militar.

Segundo o delegado, pilotos que estavam no aeroporto disseram que, como o motor parou de funcionar, é possível que a tripulação não tenha conseguido fazer as manobras necessárias. “Eles me disseram que a manobra correta a ser executada seria o avião ir em linha reta por local ermo, mas com o motor desligado e não teve força para operar desta forma”, contou.

Os corpos dos pilotos estão sendo velados juntos em uma casa de velórios de Barra do Garças . O enterro deve acontecer às 17h, no cemitério da cidade. O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pela apuração do acidente e aguarda o posicionamento do órgão sobre o ocorrido.





Fonte G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário