LEIA COM ATENÇÃO

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Em oito meses de 2019, Ceará já registra o assassinato de 97 adolescentes

Um dia após completar 17 anos, um garoto foi assassinado no Ceará. O homicídio aconteceu na madrugada de segunda-feira (26), na cidade de Santana do Acaraú, na Região Norte do Ceará (a 230Km de Fortaleza). Com este crime, subiu para 97 o número de adolescentes mortos no estado em menos de oito meses completos de 2019, uma média de um crime do gênero a cada 36 horas.

Nada menos, que oito tiros de pistola, disparados a queima-roupa mataram o jovem identificado como Antônio Wescley Carneiro Teodósio. Os estampidos foram ouvidos no começo da madrugada pelos moradores do bairro Veneza, uma comunidade situada na periferia de Santana do Acaraú. Aquele foi o segundo crime de morte no Município em apenas quatro dias, pois na quinta-feira (22),José Alecrim de Maria, um homem de 35 anos, foi também assassinado na mesma cidade.

Os motivos que causaram a morte do adolescente não foram ainda esclarecidos pela Polícia, muito menos, seus autores. 

Adolescentes

Entre os 97 adolescentes mortos neste ano no Ceará, 17 eram do sexo feminino, garotas que acabaram assassinadas por terem envolvimento com grupos criminosos. Foi o caso da jovem Kelly Priscila de Sousa Castro, 16 anos, morta na tarde do último sábado (24), no bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza (Zona Sul).

Neste mês de agosto, já foram registrados 11 assassinatos de adolescentes, contra apenas oito casos em todo o mês de julho. No entanto, até agora, o mês com maior índice de mortes violentas de adolescentes em 2019, no Ceará, foi abril, com 16 casos. Janeiro e fevereiro empataram nesta estatística, com 14 crimes do gênero em cada um deles. 

A Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) é a área do estado com maiores índices de assassinatos de adolescentes em 2019. Já foram registrados 40 casos neste ano. Depois, aparece Fortaleza, pois a Capital registrou 28 crimes. No Interior Norte foram 16 mortos; e no Interior Sul, outros 13.

Com informações do Ceará News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário