LEIA COM ATENÇÃO

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Ícones do SBT - Globo compra direitos de exibição de Chaves e Chapolin

O Grupo Globo comprou os direitos de exibição das séries Chaves e Chapolin. A Globosat firmou parceria com a Televisa, que tem ligação com o SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), e com o Grupo Chespirito.
As séries deverão ser exibidas no Multishow, um dos canais pagos da Globosat, que convidou os fãs para apresentar o projeto em um evento ocorrido em sua sede, no Rio de Janeiro. O SBT exibe as séries desde 1984.
As séries foram registradas na Ancine (Agência Nacional de Cinema). O site da agência confirmou que a Globosat comprou 273 episódios de Chaves e 250 de Chapolin, além de alguns episódios inéditos no Brasil.
O Multishow não se pronunciou oficialmente sobre o assunto. A emissora de Silvio Santos, até então, única empresa detentora dos diretos no Brasil, se mostrou surpresa com a informação.
Em canal fechado, as séries já foram exibidas no TLN, canal da Televisa, e na Turner, que liberava para os canais Boomerang e TBS. 

Em 9 horas de operações policiais, um PM e cinco suspeitos morrem no Rio

Fuzil AK-47 apreendido na Rocinha (Foto: Pedro Figueiredo / TV Globo)
Fuzil AK-47 apreendido na Rocinha

Em 9 horas de operações policiais na cidade do Rio, o saldo é de seis mortos. Cinco são suspeitos de integrarem as quadrilhas de traficantes de duas favelas das zonas Norte e Sul, Jacarezinho e Rocinha, respectivamente. A sexta vítima foi o tenente da PM Eduardo de Barros Almeida.

As vítimas

Jacarezinho - 3 mortos - segundo a polícia, todos pertenceriam à facção que domina o tráfico de drogas na comunidade. Até o momento sem identificação.
Rocinha - 2 suspeitos mortos na ação da Polícia Militar. Ambos sem identificação.
Parque Royal - O tenente Eduardo de Barros Almeida, 30 anos.

Jacarezinho/Zona Norte - Nesta terça-feira, policiais civis de várias delegacias foram até a favela do Jacarezinho em mais uma operação na tentativa de prender os responsáveis pela morte do delegado Fábio Monteiro e do policial Bruno Guimarães Buhler, conhecido como Bruno Xingu. Três pessoas são mortas na Favela do Jacarezinho.

Tenente Eduardo Barros, morto no Parque Royal, na Ilha do Governador, nesta terça-feira (30) (Foto: Arquivo Pessoal)
Tenente Eduardo Barros, morto no Parque Royal, na Ilha do Governador, nesta terça-feira

O tenente da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Eduardo Barros de Almeida, do 17º Batalhão (Ilha do Governador), foi baleado e morreu na comunidade Parque Royal, que também fica na Ilha do Governador, no fim da manhã desta terça-feira (30). De acordo com informações da corporação, o oficial participava de uma operação policial na comunidade.
O tenente tinha 30 anos e estava na Polícia Militar desde 2011. Segundo a PM, os policiais foram recebidos a tiros por criminosos e, durante o confronto, o oficial foi atingido. Ele chegou a ser levado para o Hospital Municipal Evandro Freire, também na Ilha do Governador, mas não resistiu aos ferimentos.

Balanço - 73 pessoas são mortas em três dias no Ceará


Em três dias, 73 pessoas foram mortas no Ceará. O balanço é referente ao relatório de ocorrências diárias da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), dos dias 27, 28 e 29. Somente no sábado e domingo foram registrados 44 casos.

Na segunda-feira, 29, o relatório apontou 19 mortos. No entanto, a chacina na Cadeia Pública de Itapajé, com 10 mortos, não entrou na lista, por ser em unidade da Secretaria da Justiça e contabilizada como mortes em unidades prisionais. Com a chacina de Itapajé somam-se 29 pessoas mortas, totalizando 73 mortes em três dias. Os crimes em cadeias e penitenciárias não entram para os Crimes Violentos Intencionais (CVLI) e fazem parte das estatísticas da Secretaria da Justiça (Sejus).
Entre os crimes do dia 29 foram registrados um triplo homicídio na rua da Mangueira, além de homicídios nos bairros Vila Peri, Antônio Bezerra e Jardim Iracema. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) um duplo homicídio no bairro Cigana, com duas vítimas do sexo masculino, um caso no Maracanaú e outro na Pacatuba. No Interior, as mortes aconteceram em Nova Russas, Itarema, Aracati, Quixeré, Potengi e Quixeramobim.

Dia 28 - O relatório mostra que no dia 28 foram quatro homicídios em Fortaleza, nos bairros Granja Lisboa, Granja Portugal e Jardim União. Um dos casos, na rua Barra Vermelha, duas mulheres foram mortas. O outro crime na Granja Portugal também vitimou uma pessoa do sexo feminino, na rua Londrina. Já o quarto crime, no Jardim União, resultou na morte de um homem.
Na Região Metropolitana foram seis homicídios no sábado. Um deles aconteceu no Cumbuco, em Caucaia, que vitimou duas pessoas. Ainda na Caucaia foi registrado mais um duplo homicídio, com duas vítimas do sexo feminino. Outras duas mortes foram contabilizadas em Maracanaú e um terceiro em Genipabú, novamente em Caucaia.

Dia 27 - No crime da chacina em Cajazeiras que vitimou 14 pessoas, o relatório descreve oito vítimas do sexo feminino e seis do sexo masculino. Nesse dia também foram registrados homicídios nos bairros Jangurussu, Boa Vista, Conjunto Prefeito José Walter, Ancuri (duplo homicídio), João XXIII e Conjunto Palmeiras.
Na Região Metropolitana foram catalogados casos em Maracanaú, Caucaia (dois homicídios distintos), Eusébio e Horizonte. No Interior, os crimes ocorreram em Independência, Itapajé, Paracuru, Aracati e Mauriti.
O fim de semana contabilizou 14 mulheres mortas em um período de 48 horas, além de quatro casos de duplo homicídio. 

Camilo pede R$ 15 milhões a Temer para criar centro de combate ao crime organizado no CE


O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), pediu R$ 15 milhões de apoio financeiro ao presidente da República, Michel Temer, para investir no Centro Integrado de Inteligência do Ceará. A medida é analisada pelo Governo Federal. O pedido foi feito na tarde desta terça-feira (30), quando Camilo participou de audiência com o chefe do executivo nacional, em Brasília.

O objetivo do Centro integrado é dar mais agilidade no combate ao crime organizado, segundo Camilo Santana. "Vamos integrar todas as 'inteligências' dessas instituições para unificar as estratégias, a investigação e a punição dessas pessoas", disse no domingo, um dia após a chacina que matou 14 pessoas em Fortaleza.

Entre sábado (27) e segunda-feira (29), duas chacinas vitimaram 24 pessoas no Ceará. Na madrugada do sábado, um grupo armado invadiu uma festa no Bairro Cajazeiras disparando vários tiros e matando 14 pessoas, além de deixar vários feridos. Na segunda-feira, um confronto em uma cadeia de Itapajé deixou 10 mortos, a maioria vítimas de armas de fogo. O delegado da cidade informou que não sabe como a arma entrou na unidade. Na primeira manifestação pública após as chacinas, Camilo Santana havia culpada a falta de um plano nacional de segurança pelos homicídios.

Durante a reunião desta terça-feira, Temer autorizou a ação de um grupo especializado da Polícia Federal para o Ceará, para trabalhar na inteligência. "Solicitamos apoio do presidente em relação a ações urgentes no estado e também medidas a médio e longo prazo", disse o governador.

Camilo Santana destacou ainda que "o presidente foi muito solícito" e ainda vai analisar outros pontos solicitados na audiência.

Também participaram da reunião o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque (PDT), o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Gladyson Pontes e o presidente do senado federal, Eunício Oliveira (PMDB).

Eunício colocou a importância de defender as reivindicações para o Ceará. "Algumas delas já foram autorizadas de pronto pelo presidente, para que as questões de segurança pública do estado do Ceará possam efetivamente ser resolvidas."

Seis pessoas foram presas suspeitas de participação na chacina de Cajazeiras e um outro morreu em confronto com policiais, segundo o secretário da Segurança do Ceará, André Costa. Com o bando foram apreendidas várias armas, diz Costa.

O Ceará vem registrando índices recordes de violência, com 5.134 homicídios em 2017. Segundo o governador Camilo Santana, 84% dessas mortes são decorrência da guerra entre facções criminosas.

Em janeiro deste ano, até o dia 29, foram 441 homicídios, 30% a mais que no mesmo período do ano passado, quando a Secretaria de Segurança Pública registrou 337 mortes violentas.

Fonte: G1

DPVAT: MPF recomenda anulação de cobrança antecipada

Rodovia
O Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) considerou ilegal a antecipação do prazo de pagamento do Seguro DPVAT. O órgão emitiu uma recomendação para que a Seguradora Líder torne sem efeito a obrigatoriedade do pagamento da taxa até a data de 31 de janeiro de 2018.

O prazo apontado pela seguradora, para o MPF, é ilegal tendo em vista que desobedece a súmula 257 do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que aponta que a falta de pagamento do prêmio do seguro obrigatório de danos pessoais causados por veículos automotores de vias terrestres (DPVAT) não é motivo para a recusa do pagamento da indenização.

A recomendação é de autoria do procurador Oscar Costa Filho. Ele aponta que a seguradora é obrigada a fazer os pagamentos das indenizações previstas em lei independente do condutor er pago o DPVAT. Segundo o procurador, o pagamento do seguro obrigatório está vinculado ao licencimaento do veículo. "Se não houver o licenciamento e, nesse momento o pagamento do DPVAT, o condutor passa a trafegar irregularmente", explica.

Entenda o caso

A Seguradora Líder, administradora do DPVAT, explica que a quitação do seguro segue o calendário de pagamento da cota única do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de cada Estado, sendo, portanto, o dia 31 de janeiro, o vencimento do seguro de todas as placas registradas no Ceará. A determinação, conforme a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), está de acordo com a Resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP 332/2015). A Líder esclarece que apenas para os veículos isentos do IPVA o vencimento do prêmio ocorrerá juntamente com o emplacamento ou o licenciamento anual.

Fiscalização

Em nota, o Detran/CE destaca que a definição de valores, prazos e forma de pagamento, assim como a cobertura do seguro e os reajustes são de responsabilidade da administradora do DPVAT. Afirma, no entanto, que manterá a exigência de pagamento do seguro obrigatório apenas no ato do licenciamento, ou seja, seguindo seu próprio calendário, de acordo com o final da placa de cada veículo. O órgão estadual lembra que o seguro DPVAT é obrigatório por lei (6.194/74) e necessário para que o veículo seja licenciado.

DN Online

Janeiro registra 15 mortes por dia no Ceará segundo balanço da Secretaria de Segurança

Resultado de imagem para Janeiro registra 15 mortes por dia no Ceará segundo balanço da Secretaria de Segurança
Levantamento da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, detalha que nos primeiros 29 dias deste ano, houve um aumento de 30,8% no número de assassinatos em comparação ao mesmo período de 2017. Entre 1º a 29 de janeiro foram contabilizados 441 homicídios contra 337 de 2017, uma média de 14,2 homicidios por dia, contra 11,62 do ano passado.

Dois episódios contribuíram para o crescimento, as chacinas no Forró do Gago, no bairro Cajazeiras e o que ocorreu na cadeia de Itapajé, que somaram 24 mortes. Em 2017, o total atingiu 5.134 homicídios, 14 por dia. Conforme a SSPDS, os números ainda podem ser alterados pois são parciais.

Com relação a chacina ocorrida na casa Forró do Gago, que era frequentada por membros do Comando Vermelho (CV), a Polícia já apresentou seis suspeitos de envolvimento nos crimes que foram presos. Já na Cadeia Pública de Itapajé, os presos foram transferidos, e o local voltou a funcionar nesta terça com 26 internos.

STJ nega habeas corpus a Lula


STJ nega habeas corpus a Lula

O ministro Humberto Martins, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou habeas corpus ao ex-presidente Lula, informou a assessoria de imprensa da corte.

Na semana passada, Lula foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva em segunda instância, pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Nesta terça-feira (30), a defesa recorreu ao STJ com um pedido de habeas corpus preventivo para afastar a possibilidade de antecipação de cumprimento da pena de 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado. A informação foi antecipada pela colunista da Folha de S.Paulo Mônica Bergamo.

Na prática, a defesa de Lula pediu uma espécie de "superliminar" para anular a decisão do TRF-4.

Pela Lei da Ficha Limpa, o petista fica inelegível e não pode concorrer na eleição deste ano. Mas os advogados argumentam que a inelegibilidade pode ser afastada com base no artigo 26-C da Lei Complementar nº 64/1990, que determina: "O órgão colegiado do tribunal ao qual couber a apreciação do recurso contra as decisões colegiadas () poderá, em caráter cautelar, suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal e desde que a providência tenha sido expressamente requerida, sob pena de preclusão, por ocasião da interposição do recurso".

Depois da condenação pelo TRF-4, o PT lançou Lula para presidente na eleição deste ano.

No documento, a defesa afirma que, se Lula ficar fora da corrida eleitoral, a democracia brasileira sofrerá "prejuízo irreversível".

"A privação de sua liberdade no período de campanha (ou pré-campanha) eleitoral, consideradas as credenciais acima referidas, configurar-se-ia em um prejuízo irreversível ao exercício da democracia no país - que pressupõe o debate de ideias muitas vezes antagônicas entre si", diz o texto.

Preso passa por cirurgia para a retirada de quase um 1 kg de maconha e fumo do estômago


Para não ser flagrado na revista, preso engoliu cápsulas de maconha e de fumo (Foto: Depen-PR/Divulgação)

Um preso da Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná, precisou passar por uma cirurgia para a retirada de 830 gramas de maconha e fumo do estômago. A informação é do G1.

Segundo a direção da unidade, o detento engoliu várias cápsulas de fita adesiva e plástico com droga e fumo na sexta-feira (26), depois de voltar do trabalho fora da penitenciária, e passou mal ainda no fim de semana.

“Para não ser pego na revista, engoliu. Não conseguiu vomitar e nem expelir via retal e começou a passar mal. Um exame de raio X confirmou a situação e ele precisou ser submetido ao procedimento cirúrgico ontem [segunda-feira] à tarde”, comentou o diretor Marcos Andrade.

A droga foi encaminhada à delegacia da Polícia Civil. O preso, que continua internado nesta terça-feira (30) deve perder o benefício do regime semiaberto, passando a cumprir o restante da pena em regime fechado, e responder pelo crime de tráfico de drogas.

Preso morto

Ainda de acordo com o diretor da penitenciária, um caso semelhante foi registrado no início de dezembro de 2017. O preso, que também havia engolido cápsulas de maconha e de fumo, acabou morrendo.

FILHO DO CANTOR CRISTIANO NEVES MORRE APÓS SOFRER GRAVE ACIDENTE NO PIAUÍ




Aconteceu por volta das 6h30min da manhã desta terça-feira (30/01) na BR – 135 localizada no município de Corrente, extremo sul do estado do Piauí, um grave acidente envolvendo um micro-ônibus que fazia o transporte da banda do Cantor Cristiano Neves. 
No veículo haviam nove pessoas, dentre elas o cantor Cristiano Neves e seu filho, Adhemir Teixeira Neves, que morreu devido a uma forte pancada no momento do acidente. 
Informações dão conta que o acidente foi ocasionado pela baixa frenagem na pista no momento do acidente, pois havia chovido a noite toda. 
O veículo derrapou na pista e acabou por virar, vitimando o filho do cantor e causando leves escoriações nos demais integrantes da banda que foram socorridos de imediato pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU. O cantor Cristiano Neves, psicologicamente abalado pela morte do filho pedia aos médicos que não deixassem seu filho morrer, mas já era tarde e Adhemir já havia entrado em óbito.

 "QUE DEUS CONFORTE TODA A FAMÍLIA."

 POSTADO POR: LUCIANO MELO

Fim do prazo para pagar DPVAT amanhã ainda causa polêmica


A seguradora Líder diz que segue o calendário de pagamento da cota única do IPVA que, no Ceará, é em janeiro.
Proprietários de veículos automotores do Ceará têm até amanhã para quitar o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) referente a 2018, sob pena de estarem descobertos em caso de acidentes com mortes, invalidez permanente ou despesas médicas. A informação, divulgada na semana passada pelo Diário do Nordeste, gerou polêmica por ir contra o entendimento do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran/CE), de que somente no prazo de licenciamento do veículo deve acontecer o pagamento, prática já conhecida pelos motoristas.

A Seguradora Líder, administradora do DPVAT, explica que a quitação do seguro segue o calendário de pagamento da cota única do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de cada Estado, sendo, portanto, o dia 31 de janeiro, o vencimento do seguro de todas as placas registradas no Ceará. A determinação, conforme a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), está de acordo com a Resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP 332/2015). A Líder esclarece que apenas para os veículos isentos do IPVA o vencimento do prêmio ocorrerá juntamente com o emplacamento ou o licenciamento anual. A informação pegou diversos motoristas de surpresa, enquanto outros seguem desconhecendo a determinação. É o caso da auxiliar administrativa Michella Melo, 43, que sempre pagou o seguro obrigatório em Abril, junto ao calendário estipulado pelo Detran/CE, tendo como referência a placa de seu veículo. "Não estava sabendo disso e continuarei pagando nesse período", diz.

Seguindo a mesma regra, o estudante Idaías Silva, 35, quitou o DPVAT em setembro do ano passado e questiona o novo pagamento em menos de 12 meses. "A apólice é de um ano; então, como ficarei descoberto se não pagar em janeiro?", questiona. Quanto a isso, a seguradora Líder afirma que a cobertura do seguro é válida para o exercício do ano vigente, entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de cada ano, e não a contar a partir da data de pagamento.

Outra mudança para 2018 se refere ao pagamento apenas à vista, pois com a redução de 35% no valor do seguro, o patamar mínimo de R$ 70,00 por parcela, conforme determina o CNSP, não será atingido para nenhuma categoria de veículo.


Fiscalização

Em nota, o Detran/CE destaca que a definição de valores, prazos e forma de pagamento, assim como a cobertura do seguro e os reajustes são de responsabilidade da administradora do DPVAT. Afirma, no entanto, que manterá a exigência de pagamento do seguro obrigatório apenas no ato do licenciamento, ou seja, seguindo seu próprio calendário, de acordo com o final da placa de cada veículo. O órgão estadual lembra que o seguro DPVAT é obrigatório por lei (6.194/74) e necessário para que o veículo seja licenciado.


Saiba mais

O que dizem os órgãos:

Seguradora Líder

Donos de veículos automotores do Ceará devem quitar o seguro DPVAT obrigatório referente ao ano de 2018 até 31 de janeiro. Não havendo o pagamento, o proprietário estará descoberto em caso de acidentes com mortes, invalidez permanente ou despesas médicas. A determinação segue resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP 332/2015)


Detran-CE

O órgão estadual de trânsito afirma que manterá a obrigatoriedade do pagamento do seguro, a título de fiscalização, apenas na data do licenciamento, seguindo seu calendário próprio, de acordo com o final da placa de cada veículo


Mais informações

Para obter o boleto, o proprietário do veículo pode acessar o site do Detran/CE e gerá-lo na opção 'Emissão de Taxas', localizado na aba de serviços. O pagamento pode ser feito nos bancos Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú ou Santander.

Fonte: Diário do Nordeste

MPF considera ilegal cobrança antecipada do DPVAT


Para o órgão, o prazo apontado pela seguradora é ilegal tendo em vista que desobedece a súmula 257 do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
O Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) considerou ilegal a antecipação do prazo de pagamento do Seguro DPVAT. O órgão emitiu uma recomendação para que a Seguradora Líder torne sem efeito a obrigatoriedade do pagamento da taxa até a data de 31 de janeiro de 2018.
O prazo apontado pela seguradora, para o MPF, é ilegal tendo em vista que desobedece a súmula 257 do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que aponta que a falta de pagamento do prêmio do seguro obrigatório de danos pessoais causados por veículos automotores de vias terrestres (DPVAT) não é motivo para a recusa do pagamento da indenização.

A recomendação é de autoria do procurador Oscar Costa Filho. Ele aponta que a seguradora é obrigada a fazer os pagamentos das indenizações previstas em lei independente do condutor er pago o DPVAT. Segundo o procurador, o pagamento do seguro obrigatório está vinculado ao licencimaento do veículo. "Se não houver o licenciamento e, nesse momento o pagamento do DPVAT, o condutor passa a trafegar irregularmente", explica. 

Entenda o caso

A Seguradora Líder, administradora do DPVAT, explica que a quitação do seguro segue o calendário de pagamento da cota única do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de cada Estado, sendo, portanto, o dia 31 de janeiro, o vencimento do seguro de todas as placas registradas no Ceará. A determinação, conforme a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), está de acordo com a Resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP 332/2015). A Líder esclarece que apenas para os veículos isentos do IPVA o vencimento do prêmio ocorrerá juntamente com o emplacamento ou o licenciamento anual. 

Fiscalização

Em nota, o Detran/CE destaca que a definição de valores, prazos e forma de pagamento, assim como a cobertura do seguro e os reajustes são de responsabilidade da administradora do DPVAT. Afirma, no entanto, que manterá a exigência de pagamento do seguro obrigatório apenas no ato do licenciamento, ou seja, seguindo seu próprio calendário, de acordo com o final da placa de cada veículo. O órgão estadual lembra que o seguro DPVAT é obrigatório por lei (6.194/74) e necessário para que o veículo seja licenciado.

Fonte: Diário do Nordeste

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Desaprovação de presidenciáveis cai; Temer passa a ter rejeição de 92%

Na pesquisa de janeiro de 2018 da série Barômetro Político Estadão-Ipsos, quase todos os nomes avaliados tiveram queda na taxa de desaprovação, mas sem que isso resultasse em melhora equivalente no índice de aprovação, e sim no aumento da taxa de desconhecimento em comparação com levantamentos anteriores.

A desaprovação ao presidente Michel Temer, por exemplo, passou de 97% para 92%. Na contramão dessa tendência, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve praticamente estáveis suas taxas de aprovação (44%) e desaprovação (54%). A pesquisa, porém, foi feita antes do julgamento que confirmou a condenação do petista por corrupção e lavagem de dinheiro em segunda instância.

Em relação a outros possíveis candidatos a presidente, houve queda na taxa de desaprovação de Geraldo Alckmin (de 72% para 63%), Henrique Meirelles (75% para 63%), Jair Bolsonaro (62% para 57%), Joaquim Barbosa (44% para 37%), Rodrigo Maia (73% para 66%) e Ciro Gomes (65% para 61%). Todos tiveram aumento na taxa de desconhecimento.

No caso do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, a desaprovação caiu de 85% para 70% entre dezembro e janeiro, mas a aprovação apenas oscilou de 1% para 3%. Já os entrevistados que responderam não saber ou não conhecer o suficiente para avaliar passaram de 14% para 27%.

Explicação

Para Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos, uma hipótese para explicar o fenômeno seria uma retração na rejeição generalizada ao status quo, com o aumento do conformismo com os personagens que participarão da eleição ou estarão em postos de comando quando ela ocorrer.

"Houve aumento do desconhecimento de nomes que não têm imagem consolidada", disse Cersosimo. "A troca de desaprovação por desconhecimento mostra que as pessoas querem analisar melhor esses nomes", avaliou. O Ipsos ouviu 1,2 mil entrevistados entre os dias 2 e 11 de janeiro, em 72 municípios de todo o País.

Defesa de Lula impetra habeas corpus no STJ para evitar prisão

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) impetrou nesta terça-feira (30), um habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para afastar a determinação da execução provisória da pena após o julgamento de recursos no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Os advogados requerem à Corte que se conceda ordem de habeas corpus para garantir a Lula "o direito de aguardar em liberdade até a preclusão maior de eventual édito condenatório".

A defesa também solicitou ao STJ a concessão de medida liminar para desde logo afastar a determinação de execução provisória da pena, de forma a assegurar a Lula a garantia da presunção da inocência que lhe é assegurada pela Constituição Federal nesta etapa da ação penal e, ainda, para paralisar uma indevida interferência de alguns órgãos do Poder Judiciário no processo político-eleitoral que se avizinha.

O ex-presidente foi sentenciado a nove anos e 6 meses pelo juiz federal Sérgio Moro, que entendeu serem o triplex 164-A, no condomínio Solaris, e suas respectivas reformas, propinas de R$ 2,2 milhões da construtora OAS. A pena não apenas foi confirmada pelo TRF-4 como também aumentada pelos desembargadores para 12 anos e um mês.

Ao condenar Lula, os desembargadores pediram para que a pena seja executada após esgotados os recursos no âmbito da Corte de apelações da Lava Jato. Em razão da unanimidade da condenação no TRF-4, cabe à defesa de Lula, naquela instância, embargos declaratórios, recurso por meio do qual se questiona obscuridades nos votos dos desembargadores.

Comerciante é morto no seu antigo bar em Potengi onde um cliente foi assassinado há dois meses


Ricardo foi baleado onde funcionou o seu bar em cujo local foi grande a movimentação de curiosos acompanhando o socorro ao hospital de Potengi (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

  Pouco mais de dois meses depois um novo homicídio foi registrado em Potengi se constituindo no primeiro deste ano ou 25% em relação aos quatro no decorrer do ano passado. Por volta das 17 horas o comerciante Ricardo Rodrigues Pereira, de 28 anos, que residia na Vila Padre Cícero, foi assassinado a tiros em frente ao imóvel onde funcionou o Sousa Bar que era de sua propriedade e fechou após um homicídio ali registrado que tinha sido o último em Potengi.

Segundo testemunhas, dois homens se aproximaram do jovem numa moto e um deles efetuou os disparos. Ricardo era acusado de um crime de estelionato e ainda foi socorrido às pressas ao Hospital de Potengi, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu. A polícia foi avisada e uma patrulha do Destacamento Militar com o Sargento Santos e os Soldados Brito e Cícero diligenciou, mas sem o êxito de localizar os assassinos.

Na noite do último dia 24 de novembro o jovem Alex Ferreira Alves, de 25 anos, que residia no Sítio Barreiro em Potengi, estava no Bar de Ricardo quando chegaram dois homens numa moto Honda Titan de cor vermelha. A dupla adentrou o local anunciando um assalto, mas seguiu na direção de Alex efetuando vários disparos. Antes, no dia 22 de maio, neste mesmo bar, Antonio Tomaz de Aquino, de 32 anos, o “Suíno”, se envolveu numa confusão com quatro rapazes, sendo lesionado a facadas e escapou após cirurgia no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro.

Por Demontier Tenório///miseria.com.br

Padeiro colocou lâmina de aço dentro do pão" disse proprietário de padaria

Teixeira de Freitas: O proprietário de uma panificadora em Teixeira de Freitas procurou a Delegacia de Polícia para registrar um boletim de ocorrência contra um funcionário [Padeiro] porque ele teria colocado uma lâmina de aço “Gillette” dentro de um pão, e também por alterar a receita de panificação por conta de não ter recebido salário integral.
Segundo o proprietário da panificadora, que fica localizada no Bairro São Lourenço, ele foi procurado por um cliente, após ter encontrado a referida lâmina dentro de um pão de sal. O cliente informou que ao ter cortado o pão ao meio para passar manteiga para o seu filho menor de idade, encontrou o objeto e por pouco não se cortou.
Segundo o comerciante, ele estaria devendo parte do salário ao referido funcionário (padeiro) em decorrência da recessão econômica que o país está passando, tendo uma baixa nas vendas do seu comércio e, que já teria conversado com o mesmo informando que estaria lhe pagando o mais breve possível.
Porém, o funcionário insatisfeito colocou a lâmina dentro do pão, e teria colocado mais de 1/5 quilo de sal na massa que preparava para as próximas fornadas de pão. A delegada  Rina Andrade instaurou um inquérito policial para apurar os fatos, logos após ter ouvido o comerciante, e intimou o funcionário para comparecer na delegacia para prestar esclarecimentos sobre o ocorrido.
Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Irmãos morrem ao reagir assalto


Dois irmãos foram mortos a tiros no último sábado (27), ao reagir um assalto, no bairro Parque Santa Maria, em Fortaleza.

De acordo com informações da polícia, as vítimas estavam abrindo o estabelecimento comercial, uma pizzaria que seria inaugurada no sábado (27), quando dois homens chegaram em uma moto anunciando um assalto.

Uma das vítimas identificada como Francisco Willamy Pereira Queiroz, de 25 anos reagiu a tentativa de assalto, o irmão da vítima identificado como Francisco Wermes Pereira Queiroz, de 22 anos tentou intervir na ação dos assaltantes e também acabou sendo baleado.

As duas vítimas não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Ainda segundo a polícia nenhum objeto das vítimas foi levado e as investigações continuam em busca dos suspeitos de terem praticado este duplo homicídio em Fortaleza.

Fonte: Cnews

50% dos 5 mil mortos em 2017 faziam parte de facções, aponta secretário de Segurança



O secretário de Segurança do Ceará, André Costa, informou que 50% dos 5.134 mortos em 2017 no Estado faziam parte de facções criminosas. Ele disse ainda que 63% tinham antecedentes criminais e que 83% eram ou foram usuários de drogas.

As declarações foram dadas em entrevista à Rádio Verdes Mares, na manhã nesta segunda-feira (29), dois dias após a chacina das Cajazeiras, em Fortaleza, que terminou com 14 mortos.

“O cidadão, hoje, tem muito medo de ir para as ruas, ser assaltado e, em decorrência desse assalto, ser morto. Mas, um dado positivo: em 2017 não houve aumento dos latrocínios. De pouco mais de 5.100 mortos, 88 foram latrocínios”, destaca o secretário.

“83% (dos homicídios) tiveram histórico com drogas. 9% a definir. Só tenho certeza que 8% não tinha histórico com drogas. Outro dado que nós temos, 63% já tinham antecedentes, praticamente 2/3 dessas pessoas mortas. Ou seja, o que dá em torno de 3.500 que tinham antecedentes criminais”, disse André Costa. 

O secretário aponta que há dificuldade em identificar mortes de pessoas ligadas às facções, pois as famílias têm medo de algum tipo represália.

“É um pouco mais difícil porque muitas vezes as famílias relatam que o filho tinha histórico com droga, mas às vezes têm receio de falar com policial que ele era ligado à alguma facção. Ainda assim, temos um dado confirmado que 50% dessas mortes eram de pessoas ligadas a facções criminosas. E ainda temos aí um número alto, de mais de 30%, que ainda não está definido, porque as famílias não disseram nada”, revelou o secretário durante entrevista.

Maior chacina da história

Pelo menos 14 pessoas foram vítimas de uma chacina na madrugada deste sábado (27), no Bairro Cajazeiras. O caso aconteceu em uma pequena casa de shows, conhecida como “Forró do Gago”, na Rua Madre Tereza de Calcutá, na Comunidade Barreirão.

Pessoas armadas chegaram em carros e atiraram em outras que estavam na rua, sem qualquer alvo certo. Morreram clientes do local, trabalhadores que estavam vendendo lanches e até um motorista do Uber, que passava pela região.

Além dos 14 mortos, nove pessoas foram internadas no Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza. Quatro seguem internados após cirurgia (um homem, uma mulher e duas adolescentes). Um homem também está internado no Frotinha de Messejana.
O crime já teve cinco suspeitos identificados. Foi a maior registrada na história do Ceará.

Governo recusa Força Nacional e pede reforço do setor de inteligência da PF nas investigações

Apesar das duas chacinas registradas no Ceará em menos de 72 horas, deixando 24 mortos, o Governo do Estado recusa apoio de forças militares federais. Para o Executivo, o ideal é que o Palácio do Planalto envie reforço do setor de inteligência da Polícia Federal (PF). A informação é do O Povo.
“A Força Nacional não foca nesse problema. As facções demandam resposta de inteligência e repressão qualificada a nível estadual, que estamos fazendo, mas se o Governo Federal mandar a Polícia Federal e uma área de inteligência para cá, é um apoio mais consistente”, ressaltou Élcio Batista, chefe de gabinete do Governador Camilo Santana (PT).

No domingo, 28, um dia após o massacre nas Cajazeiras, o chefe do Executivo estadual cobrou do Ministério da Justiça apoio no combate às organizações criminosas. “O Governo Federal tem que cumprir sua responsabilidade. Não produzimos arma no Ceará, não produzimos droga”, criticou o petista.


Apoio federal

Em resposta, o ministro Torquato Jardim anunciou o envio de equipes da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), PF, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

A União, segundo Torquato Jardim, “seguirá cumprindo o papel de oferecer apoio técnico e financeiro aos estados, como vem fazendo regularmente, para que os órgãos de segurança pública trabalhem de forma integrada e harmoniosa, ainda que os governantes não solicitem apoio por razões eminentemente políticas”.

Preço da gasolina nas bombas volta a subir

O preço médio da gasolina para o consumidor final subiu pela 13ª semana seguida, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (29) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O valor médio por litro passou de R$ 4,183 para R$ 4,198, uma elevação de 0,35%. Na mesma semana, a Petrobras baixou o preço do combustível nas refinarias em 0,52%, seguindo sua política de preços de reajustes quase diários com o objetivo de acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

Essa política foi adotada pela Petrobras em julho de 2017, mesmo mês em que o governo elevou os impostos sobre os combustíveis. Desde então, o preço médio da gasolina para o consumidor final calculado pela ANP já acumula alta de 19,6%.

Fonte: G1

Nova chacina no Ceará é destaque no Jornal Nacional; vídeo

A chacina de Itapajé é destaque no Jornal Nacional! Confira:

Em três dias, Ceará tem duas chacinas maiores que a da Candelária



Entre sábado e segunda-feira, chacinas no Ceará deixaram o triplo de mortes ocorridas no massacre ocorrido há 25 anos no Rio de Janeiro.
A chacina da Candelária, em 23 de julho de 1993, tornou-se ícone desse tipo de massacre no Brasil. Na ocasião, oito crianças e adolescentes foram assassinados quando dormiam nas proximidades da Igreja da Candelária. As investigações apontaram envolvimento de policiais. O crime chocou o Brasil. Nos últimos três dias, o Ceará teve duas chacinas nas quais o número de mortes supera o da Candelária.

Somados, os assassinatos ocorridos nos massacres de sábado passado, 27, no bairro Cajazeiras, em Fortaleza, e nesta segunda-feira, 29, são o triplo dos registrados no centro do Rio há 25 anos.

No último sábado, 14 pessoas foram mortas na festa "Forró do Gago", no bairro Cajazeiras. Pelo menos 18 pessoas foram atendidas em hospitais e cinco passaram por cirurgia.

Nesta segunda-feira, foram confirmadas ao menos 10 mortes na cadeia de Itapajé.

Grande Messejana

Há dois anos e dois meses, a chacina que até então era a maior já registrada no Estado havia deixado 11 mortos, número também superior ao da Candelária. assim como ocorreu agora em Cajazeiras, aquele massacre também ocorreu na Grande Messejana. Em ambos, adolescentes foram assassinados.

Em 12 de novembro de 2015, 11 pessoas foram assassinadas nos bairros Curió, Alagadiço Novo Lagoa Redonda e São Miguel, todos na Grande Messejana. Uma das vítimas tenha 16 anos, cinco tinham 17 anos, um tinha 18 anos, um tinha 19, um de 37 e dois de 41 anos.

Chegaram a ser denunciados 45 policiais militares. Foi acatada denúncia contra 44, todos preventivamente presos. Posteriormente, dez deles tiveram processos arquivados e foi decidido que 34 irão a júri popular. Dos 44 presos inicialmente, 43 tiveram prisão revogada. Só ficou detido um, envolvido crime que teria desencadeado a chacina.

Não há previsão de irem a julgamento pelo crime que completou dois anos e dois meses.

Fonte: O Povo / ÉRICO FIRMO

REFORÇO FEDERAL: Ministério da Justiça enviará força-tarefa ao Ceará para auxiliar na investigação da chacina que deixou 14 mortos

O Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP) anunciou que vai colaborar com as autoridades cearenses no combate à violência. Após a chacina que deixou 14 mortos e 18 feridos em Fortaleza, o órgão federal informou que uma força-tarefa federal vai atuar na investigação do caso e na ação de repressão às facções criminosas. O anúncio foi feito, neste domingo (28), pelo titular da Pasta, ministro Torquato Jardim.
Já o governador Camilo Santana (PT) anunciou três medidas emergenciais que serão adotadas após a matança. A primeira, será a criação de um Centro Integrado nos moldes da Ciops (Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança) que vai reunir representantes da própria Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS e suas vinculadas (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Perícia Forense do Ceará e Academia Estadual da Segurança Pública), além da Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus), Ministério Público, Poder Judiciário, Polícia Federal e Defensoria Pública.

A segundo medida anunciada a criação, por parte da Polícia Federal, de um grupo especializado que irá investigar a ação das facções criminosas no estado.

E a terceira medida será adotada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), que deve criar uma Vara especializada para apurar os crimes atribuídos às facções criminosas.

Centro

Conforme o governador, no centro integrado que vai reunir representantes de vários organismos da Segurança Pública serão traçadas as medidas que viam agilizar o combate ao crime organizado. Ele aproveitou a oportunidade para, mais uma vez, transferir para o governo federal a responsabilidade pela criminalidade no Ceará.

“Estamos pagando um preço muito alto pela ação dessas facções, que brigam por território. São grupos armados, criminosos, que se formaram no Rio de Janeiro e São Paulo”, admitindo pela primeira vez, publicamente, o poder dos grupos criminosos que hoje dominam o estado.

Rebateu

O ministro da Justiça rebateu as declarações do governador Camilo Santana, que tanta transferir para o governo federal as responsabilidades pelo fracasso no combate à violência no Ceará. O estado apresentou índice recorde de crimes em 2017. Camilo agora repete que o estado é "vítima" da ação das facções originárias do Rio de Janeiro e São Paulo e diz que o Governo Federal não tem impedido a entrada de armas e drogas no País.

(Fernando Ribeiro)

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Facções criminosas PCC, CV e FDN fazem pacto para acabar com GDE no Ceará


Crime afirma que vai conseguir fazer o trabalho que a Secretaria de Segurança não obteve êxito em realizar.
O portal Ceará News 7 soube, com exclusividade, que no fim de semana três facções criminosas, Primeiro Comando da Capital (PCC), Comando Vermelho (CV) e Família do Norte (FDN), selaram um pacto para acabar com os Guardiões do Estado (GDE).

Segundo o relato, PCC, CV e FDN não concordam com a atitude violenta da GDE, apontada como a responsável pela chacina no bairro Cajazeiras, na madrugada do último sábado, que vitimou 14 pessoas.

O PCC garantiu que irá conseguir fazer o trabalho que a Secretaria de Segurança não obteve êxito em realizar: dizimar a GDE. Para isso, o Primeiro Comando da Capital abrirá linha de crédito para quem quiser pegar dinheiro para comprar armas e munição no intuito de acabar com o adversário.

Em tempo

O secretário André Costa acha que esse tipo de ação é pontual?

As facções criminosas querem desmoralizar o Governo do Ceará.

sobral24horas.com

Acusado de dois homicídios em Mauriti foi assassinado na madrugada deste domingo


Marcondes já tinha trabalhado como vigilante numa empresa em São Paulo (Foto: Reprodução/Redes sociais)

 

Um homicídio foi registrado aos 30 minutos da madrugada deste domingo na zona rural de Mauriti se constituindo no segundo deste ano naquele município. José Marcondes Leopoldo de Araújo, de 33 anos, que residia no bairro Barrosão, dirigia o seu veículo Celta de cor azul e placa MNA-1132 pela estrada que liga o centro de Mauriti ao Distrito de Coité quando foi surpreendido pelos disparos.

Ele viajava com uma garota a qual disse à polícia que o crime foi praticado por dois homens que se aproximaram numa moto e já foram efetuando os disparos. Marcondes respondia por dois homicídios e morreu no local. Na tarde do dia 6 de maio de 2015 ele matou Adriano Pereira Barbosa da Silva, de 36 anos, em frente à sua casa na Rua 03 do Conjunto Manoel Martins, e fugiu com o seu comparsa num carro de cor branca. A vítima respondia por crimes de furto, tráfico de drogas, lesão corporal e homicídio.

Já na noite do dia 28 de janeiro de 2016 Marcondes assassinou o usuário de drogas José Juscelino Izidro de Morais, de 24 anos, o “Celino” que residia na Vila de Fátima em Mauriti. O crime aconteceu num trailer no bairro Novo Mauriti, sendo praticado por Marcondes e o menor de iniciais J. M. G. L., de 16 anos. A moto Yamaha YBR 125 de cor preta, usada na fuga, foi encontrada por uma patrulha da PM na casa da mãe de Marcondes.

Por Demontier Tenório///miseria.com.br

Três pessoas da mesma família são assassinadas em Fortaleza


A polícia registrou um triplo homicídio na manhã desta segunda-feira (29), no bairro Parque Santa Fé, em Fortaleza. As três vítimas são da mesma família.

Segundo a polícia, as vítimas foram identificadas como Lara Moreno e Rogério Dantas, marido e mulher, pais de três filhos pequenos, e Rosalene Dantas, irmã de Rogério, todos foram executados.

De acordo com a Polícia, Rosalene foi levada do início da rua de onde ela morava até o final da mesma rua onde o irmão morava com a esposa e os filhos, quando chegaram na casa de Rogério, o grupo que veio para praticar o crime mandou que eles deixassem as crianças e fossem para o lado de fora de casa, Lara estava amamentando o filho mais novo, de meses de vida, todos foram colocados para fora e assassinados tiros de fuzil 765.

A polícia não soube informar a motivação do crime, mas relatou que de acordo com a população os três seriam cidadãos. O crime teria ocorrido por volta da meia-noite, mas só as duas da manhã que a PM encontrou os corpos, após fazerem patrulhamento pelas ruas do bairro.

A polícia informou que recebeu a informação que uma jovem tinha sido levada por homens armados, daí eles caíram em campo tentado encontrar essa vítima, quando encontraram os três já estavam mortos. A população não chamou a polícia com medo, disseram que não podem falar nada, que é perigoso até chamar a PM para o local.

Depois de um final de semana violento em Fortaleza, com uma chacina que vitimou 14 pessoas no bairro Cajazeiras, a semana começa com mais um crime bárbaro na capital cearense.

Fonte: Cnews

Homem é executado a bala dentro de um lava-jato no município de Quixeramobim

A polícia registrou mais um homicídio no Sertão Central cearense, o crime foi registrado na manhã desta segunda-feira (29),no município de Quixeramobim. A informação é do Monólitos Post.

Segundo as primeiras informações, dois elementos em uma moto chegaram a um lava-jato situado no bairro Cohab e efetuaram vários disparos contra um homem identificado como Antonio Damião Damasceno Filho, o homem não resistiu aos ferimentos e teve morte imediata. Vale salientar que a vítima estava em seu local de trabalho no momento em que foi assassinado. Logo após o crime os bandidos fugiram tomando rumo ignorado.

A Perícia Forense esteve no local do crime e conduziu o corpo da vítima ao IML para realização dos procedimentos cabíveis. A polícia realiza buscas no intuito de identificar e prender os autores do homicídio.

Dez presos são assassinados em rebelião na Cadeia Pública de Itapajé-Ce


Um policial militar entrevistado afirmou que a situação é tensa e a PM está trabalhando para conter os ânimos dos presos ( Foto: VC Repórter/WhatsApp ) Pelo menos dez presos foram assassinados em uma rebelião na Cadeia Pública de Itapajé (a 130 km de distância de Fortaleza), na manhã desta segunda-feira (29), segundo informações da Polícia Militar do Município. A rebelião começou por volta de 8h30. Presos ligados a uma facção criminosaconseguiram se soltar e mataram os rivais cruelmente. Nove presos morreram no local e outro foi levado ao hospital de Itapajé, mas também não resistiu aos ferimentos. Um policial militar entrevistado afirmou que a situação é tensa e a PM está trabalhando para conter os ânimos dos presos que permanecem na Cadeia Pública. Até o momento, não há registro de fugas. Para conter a rebelião, a Polícia Militar de Itapajé contou com reforço de policiais de Irauçuba, Uruburetama, Umirim e Itapipoca. Batalhões especializados da PM também estão em deslocamento para o Município. A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) confirmou a morte de dez internos da Cadeia Pública de Itapajé. "Os internos iniciaram uma briga entre grupos rivais que resultou nas mortes. Policiais do município e agentes penitenciários do Grupo de Operações Regionais realizaram a intervenção, controlando a cadeia", afirmou a Pasta, em uma breve nota. A informação foi confirmada pela Polícia Militar do Município

Fonte:Diario do Nordeste

MASSACRE DAS CAJAZEIRAS - Das 14 vítimas da chacina, cinco eram mulheres jovens e duas adolescentes

A Perícia Forense do Ceará divulgou neste domingo a lista de mortos na Chacina das Cajazeiras, a maior da história do Ceará. A maioria das vítimas eram mulheres. Na lista oficial, constam cinco do sexo feminino, com idade inferior a 30 anos. Somente uma das pessoas tinha mais de 50 anos. Ao todo, oito pessoas morreram na barbárie. Duas delas eram adolescentes.
A maioria das pessoas presentes no "Forró do Gago" se conhecia e morava no bairro. Quando o grupo de criminosos chegou à rua Madre Teresa de Calcutá, na madrugada do último sábado, 27, todos se tornaram alvos. Entre eles, Natanael Abreu da Silva, 25, motorista da Uber, e Antônio José Dias de Oliveira, 55, vendedor ambulante.
Feridos - No segundo dia após o massacre, quatro pessoas permanecem internadas no Instituto José Frota (IJF), no Centro. Todas elas - um homem de 24 anos, uma mulher de 19 e duas adolescentes de 16 anos - passaram por cirurgia. O estado de saúde delas é considerado estável, de acordo com a assessoria de imprensa do IJF.

Veja os nomes e as idades das vítimas mortas

Maíra Santos da Silva (15)
Maria Tatiana da Costa Ferreira (17)
Brenda Oliveira de Menezes (19)
José Jefferson de Souza Ferreira (21)
Raquel Martins Neves (22)
Luana Ramos Silva (22)
Wesley Breno Santo Nascimento (24)
Natanael Abreu da Silva (25)
Antônio Gilson Ribeiro Xavier (31)
Renata Nunes de Sousa (32)
Mariza Mara Nascimento da Silva (37)
Edneusa Pereira de Albuquerque (38)
Raimundo da Cunha Dias (48)
Antônio José Dias de Oliveira (55)

Acidente de ônibus mata 7 e deixa outros 20 feridos no Tocantins

Ônibus saiu de Barreiras, na Bahia, com destino a Palmas
Sete pessoas morreram e 20 ficaram feridas em um acidente na madrugada do último domingo (28). Segundo a Polícia Militar de Dianópolis, o ônibus que seguia de Barreiras, na Bahia, com destino a Palmas, Tocantins, perdeu o controle antes de entrar em um trevo na TO-040, em Nova Jardim.
De acordo com o relato do motorista da empresa Real Maia, os freios do ônibus falharam no momento de entrar na curva. Ele ainda afirmou que não estava em alta velocidade.
Todos os feridos foram encaminhados para o Hospital Regional de Dianópolis para os primeiros atendimentos. Em seguida, 7 vítimas foram encaminhas para o Hospital Geral de Palmas. Uma delas em estado grave teve que ser levado de helicóptero.
Em nota, o Governador do Tocantins, Marcelo de Carvalho Miranda, lamenta o acidente e pede a todas as pessoas que puderem doar sangue para os acidentados, que procurem o Hemocentro do Hospital Geral de Palmas.