LEIA COM ATENÇÃO

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

CAMOCIM-CE: OPERAÇÃO CONJUNTA ENTRE POLÍCIA MILITAR E POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADOS DE TRÁFICO, APREENDE ARMA DE FOGO E QUASE 15 KG DE DROGAS




Após dias de levantamentos realizados pelo Serviço de Inteligência da 3ªCIA/3ºBPM, que tem comandante o Major Assis Azevedo, foram presos dois homens sob a acusação de tráfico de drogas, são eles: Jean Carlos Vitoriano e Geilson Vitoriano da Trindade, vulgo “Besourão”. Os dois são primos e o primeiro é considerado pela polícia de ser um dos maiores do ramo em Camocim, inclusive já tem passagem pela cadeia pública local acusado de crime de tráfico de entorpecentes. 
Os levantamentos foram realizados através de fotos do local, dos acusados, informações de populares do bairro e dos modos operantes dos elementos. A partir daí montou-se uma operação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Civil, estando a frente o Major Assis e o Delegado de Polícia Civil Márcio Luís.
Com as estratégias da operação já traçadas foi só esperar o melhor momento e executá-la. De uma só vez foram estouradas duas bocas de fumos, uma na Rua Perimetral e outra na Rua Antonio Lima, ambas no bairro dos Coqueiros, em Camocim. Na residência onnde mora o “Besourão”, localizada na Rua Perimetral, os policiais encontraram uma cerca de 105 gramas de crack, uma pequena quantidade de cocaína, balanças de precisão, um revólver Taurus, cal. 38, dez munições cal. 38 intactas, uma munição cal. 9 mm intacta, várias peças de motos desmontadas como: um tanque de uma motocicleta Honda Titan cor prata, dois pneus de moto com aro liga-leve, um acento para motocicleta, uma rabeta de motocicleta, dois aros para moto sem pneus, além de R$ 3.021,90 em notas todas trocadas. Já na segunda residência os policiais encontraram 14,3 kg de maconha prensada, a maior apreensão de drogas da história da cidade de Camocim.
Em uma agenda encontrada pela polícia estava uma espécie de contabilidade do tráfico, nela estava anotada o que seria os débitos em dinheiro de um total de 26 pessoas residentes nos mais diversos bairros camocinenses, todas suspeitas pela polícia de serem traficantes.
Diante dos fatos os dois homens foram conduzidos para a Delegacia Regional de Polícia Civil em Camocim onde foram autuados em flagrante e responderão pelos crimes de tráfico de drogas (Art. 33 da Lei 11.343/06), associação para o tráfico (Art. 35 da Lei 11.343/06), posse ilegal de arma de fogo e de munição de arma de fogo de uso restrito das forças armadas e exército (Artigos 12 e 16 da Lei 10.826/03) e ainda por crime de receptação (Art. 180 do CPB).
O Major Assis e o Delegado de Polícia Civil Márcio Luís comemoraram muito o êxito da operação, pois tiraram de circulação o elemento considerado um dos fortes do tráfico em Camocim e de quebra feita a maior apreensão de drogas da história da cidade. As duas autoridades ainda elogiaram os policiais do Serviço de Inteligência pela maneira perfeita e minuciosa que foi realizado todo o levantamento.

Camocim Polícia 24h

Nenhum comentário:

Postar um comentário