LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Considerado objeto raro, moeda de 2012 pode chegar a valer R$ 160 reais na internet


Com uma moeda de R$ 1 não dá mais para comprar muitas coisas além de balas e doces, certo? Depende. Moedas que são da edição especial que homenageiam a bandeira olímpica, lançada em 2012 pela Casa da Moeda, podem valer muito mais, dependendo do seu estado de conservação.

As moedas em questão fazem parte de uma edição limitada, com cerca de 2 milhões de unidades e por ser considerada rara, ela se tornou um objeto desejado por colecionadores. Em lojas especializadas em trocas e vendas de moedas, no Rio de Janeiro, elas costumam valer até R$ 100. Na internet, o valor pode chegar até R$ 160.

A procura pela moeda ganhou fama em 2016, durante as Olimpíadas do Rio, onde foram lançados 16 modelos em homenagem ao evento. Para quem já trabalha no ramo, as moedas colocadas no ano passado não deverão valer o mesmo que a de 2012, mas não custa tentar, pois segundo os especialistas, um objeto pode passar a ter valor de uma hora para a outra.

A bancária, Aline Frota, há 10 anos começou a sua coleção e atualmente já possui 600 moedas, de todos os tipos. Entre elas, as lançadas na Olimpíada de 2016 e a edição especial da bandeira de 2012. 

"Já tive 5 moedas [da bandeira], as três primeiras acharam pra mim e as outras 2 eu comprei. Depois, troquei e vendi 3, por R$ 40 cada, e acho que vendi barato. Agora, só tenho 2", conta.

Em Fortaleza, colecionadores costumam se reunir nas manhãs de domingo no Parque das Crianças, no Centro de Fortaleza. Lá é possível encontrar avaliadores, compradores e colecionadores. 



Fonte O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário