LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Música de Marília Mendonça faz casal parar na delegacia


Cantora Marília Mendonça é conhecida por canções que falam da "sofrência" no amor Foto: Reprodução/Instagram

As músicas da cantora Marília Mendonça têm marcado alguns relacionamentos, e uma de suas canções virou caso de polícia em Jerônimo Monteiro, região Sul do Espírito Santo. Um casal foi parar na delegacia após uma briga por causa da composição ‘Saudade do meu ex’. O rapaz se sentiu ofendido porque a namorada cantava a música e a agrediu com um pedaço de madeira.

Na delegacia, a explicação para o caso foi dada pela própria vítima, de 18 anos. Ela contou que soube por uma colega que o namorado havia dado carona para uma moça da cidade, e foi questionar o rapaz, de 23 anos. Ele confirmou a carona e os dois brigaram. Naquela mesma noite, ela foi até a casa da moça para tirar satisfação.

Ao retornar para a sua residência, a jovem decidiu ouvir a música de Marília Mendonça e ficou sentada em frente de casa conversando com duas amigas. Justamente no trecho da canção, que diz: ‘Ai, que saudade do meu ex. Ele que era homem de verdade’, o rapaz chegou para conversar com a namorada e, ao ouvi-la cantando, ficou nervoso e começou a gritar e questioná-la se ele não era homem de verdade.

Em seguida, o rapaz pegou um pedaço de madeira e atingiu dois golpes nas costas da vítima, que arremessou uma pedra na direção do rapaz. Ainda nervoso, ele a agrediu com chutes e socos, causando várias escoriações no corpo da vítima.

O caso foi registrado no mês de abril, mas só foi divulgado pela polícia nesta quinta-feira (25). O rapaz será indiciado pela polícia e vai responder pela Lei Maria da Penha. Após serem ouvidos, os dois foram liberados.
 

Fonte Folha Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário