LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Mais de 30 mil pessoas prestigiam primeiro dia da 66ª Expocrato


O governador Camilo Santana ressaltou que a Expocrato tem apresentado notório crescimento, ano após ano, tanto em montante negociado quanto em quantidade de visitantes

Com mais de 30 mil pessoas que lotaram o Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcante, neste Município, na região do Cariri cearense, foi aberta, na noite de ontem a 66ª Exposição Centro-Nordestina de Animais e Produtos Derivados (ExpoCrato 2017), maior feira agropecuária do Estado e umas das maiores do Brasil, que espera faturar cerca de R$ 50 mi, nos variados setores neste ano.

A solenidade de abertura contou com as presenças do governador do Estado, Camilo Santana (PT); do secretário de Desenvolvimento Agrário (SDA), Francisco José Teixeira; de deputados e lideranças políticas.

Foi iniciada com o hasteamento das bandeiras do Crato, Ceará e do Brasil, com os respectivos hinos. Mais cedo, foi celebrada uma missa campal, além de ter sido realizada a 4ª edição da cavalgada "O chão vai tremer". Segundo um dos organizadores, Manoel Costa, mais de 600 cavaleiros participaram da marcha.

Grandiosidade

Camilo Santana ressaltou que a Expocrato tem apresentado notório crescimento, ano após ano, tanto em montante negociado quanto em quantidade de visitantes ao parque e ressaltou que "essa será a maior Exposição de todos os tempos". O chefe do executivo lembrou que a Expocrato passou a ser um patrimônio, não só do Crato, mas de todo o Ceará e afirmou que "já é a maior feira agropecuária do Interior do Nordeste".

O governador Camilo mostrou-se confiante quanto a movimentação financeira da Exposição e considerou que a escassez de chuvas dos últimos anos não afetará os negócios.

"Há uma expectativa de que neste ano todos os números sejam superados. A feira reúne múltiplos negócios, desde o conhecimento de novas tecnologias para a agropecuária, leilões, enfim, é uma oportunidade muito grande de fazer negócios. É uma exposição que já está consolidada", disse.


Fonte Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário