LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

domingo, 30 de julho de 2017

Passageiro em fúria chuta cobradora e quebra o braço dela; veja o vídeo


Está correndo as redes sociais há pelo menos dois dias um vídeo com o flagrante de uma agressão de um homem contra uma mulher em Porto Alegre. O caso teria ocorrido na noite da última sexta-feira (28), em uma linha de ônibus, a Transversal 6 (T6), que liga as zonas Sul e Norte da capital do Rio Grande do Sul.

As imagens mostram o momento em um passageiro se irrita com alguma coisa e parte para a violência física. Pessoas que já estão do lado de fora do coletivo tentam contê-lo, dizendo para que ele respeite quem está trabalhando. Mas ele não ouve e dá um chute em direção à cobradora do ônibus e atinge com força o braço esquerdo dela.

Ela geme de dor no momento em que ele chuta. “O que é isso rapaz. Que isso, pelo amor de Deus. Entra aí dentro. Vou chamar a polícia”, diz um homem, que tudo indica ser o motorista do veículo.

Ele empurra o agressor para dentro do ônibus e avisa. “Você quebrou a mão dela”. Enquanto isso, a pessoa que está filmando foca o braço da vítima, que está torto, provavelmente devido a fratura causada pelo chute”.

Não fica claro o motivo do passageiro ter se zangado a ponto de partir para a violência contra uma mulher. Mas as descrições dos posts no Facebook, onde os vídeos estão sendo postados mencionam que a profissional apenas estava fazendo o seu trabalho. Provavelmente ela teria o impedido de fazer algo que era contra as regras.

As postagens trazem também fotos mostrando o rosto do agressor e um apelo para que as pessoas divulguem até o rapaz que ele seja devidamente identificado e punido.

Não se sabe se ele foi preso ou indiciado após a confusão. Internautas, claro, ficam muito indignados com a situação e perguntaram por que ninguém fez nada para impedir o rapaz de fazer o que fez. “Por que ninguém deu uma lição nesse machão?”, pergunta uma internauta, defendendo mais violência.

Muitos dos opinadores usam vários adjetivos fortes para qualificar as ações do agressor. “Covarde” é, sem dúvida, o mais citado pelas pessoas.

“Numa hora dessa não aparece ninguém da prefeitura! Se fosse ao contrário, até televisão estaria ali pra acabar de lascar com o trabalhador”, escreve uma seguidora.

Outro, mais revoltado, avisa que na favela esse tipo de situação é corrigida. “O bandido corrige um otário desse só com uma paulada. Ele nunca mais vai bater em senhora nenhuma”.
Créditos: Selina Coutinho via News 365

Nenhum comentário:

Postar um comentário