LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

domingo, 16 de julho de 2017

Receita Federal apreende droga avaliada em R$ 4,5 milhões no Galeão

Droga foi encontrada em fundo falso de mala
Droga foi encontrada em fundo falso de mala

Aproximadamente 30 quilos de MDMA, o princípio ativo do Ecstasy, foram apreendidos neste sábado (15), no Aeroporto Internacional Tom Jobim, pela Receita Federal. A droga chegou em dois voos procedentes de Lisboa e foi detectada no fundo falso de três malas através do aparelho de raio-x. Segundo os agentes, a droga está avaliada entre R$ 4,5 e R$ 6 milhões.
Parte da droga, cerca de 15 quilos, estava com um brasileiro de 32 anos, que não teve a identificação divulgada. Segundo os agentes, ele é residente em Brasília mas estuda medicina em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Para tentar escapar da análise de risco, ele embarcou em Salvador com destino a Lisboa, onde ficou 15 dias. De lá, foi para Amsterdã e pegou a droga, voltou para Lisboa e retornou para o Rio.
O destino final da droga seria Balneário Camboriú, em Santa Catarina. O homem declarou aos agentes que receberia R$ 25 mil pelo transporte da droga. Ele foi levado para a Polícia Federal.
No fim da tarde, outras duas malas com tabletes de MDMA foram detectadas pela Receita Federal. O material chegou em outro voo também procedente de Lisboa.
Conhecida também como MD, a droga é uma substância sintetizada em laboratório. É o princípio ativo do Ecstasy. Causa euforia e alucinações. Seus efeitos podem durar até oito horas. Como efeitos colaterais, o usuário pode desencadear depressão e síndrome do pânico, segundo os agentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário