LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Mulher é presa por render ladrão e o obriga a ser seu escravo sexual.




Essa é a história de um ladrão que tentou se dar bem e acabou sendo vítima do seu próprio alvo. 
Viktor Jasinski, de 32 anos, invadiu um salão de beleza na cidade de jundia Pr, no Brasi, armado com um revólver para fazer a limpa no caixa. Depois de recolher a grana, ele foi supreendido pela jovem Olga Zajac, de 28 anos, cabeleleira e faixa preta de caratê. 
A loura derrubou o cara no chão, tomou-lhe a arma e amarrou suas mãos com o fio de um secador de cabelos. Mas quem pensa que a história acaba aqui, está muito enganado. Em vez de ligar para a polícia, Olga arrastou Viktor até um quartinho escuro, tirou suas roupas e o obrigou a ser seu escravo sexual durante três dias. 
Depois de usar e abusar do sujeito, para lhe dar uma lição, Olga libertou o cara e ainda disse: “Desapareça da minha vista”. Viktor foi direto para um hospital para tratar de hematomas nos testículos e no pênis. 
À polícia, ele disse que ficou preso por um par de algemas de pelúcia cor de rosa e que neste período foi obrigado a tomar Viagra. Olga foi chamada para depor e confirmou a história: “Esse cara é um idiota! Nós fizemos sexo muitas vezes. 
Mas eu lhe dei uma calça jeans nova, comida e ainda dei dinheiro para que ele fosse embora do meu salão”. Viktor foi preso por roubo e Olga, por tortura e cárcere privado

Fonte: Revista Vip.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário