LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801

sábado, 4 de agosto de 2018

Morre idosa que caiu de janela ao fugir de flagrante usando corda de lençol


post-feature-image

A costureira Vera Lúcia Moreira de Souza, de 61 anos, morreu nesta quinta-feira (2) no Hospital Regional de Sorocaba, interior de São Paulo. Ela estava internada desde o último domingo (29) com traumatismo craniano após tentar fugir pela janela em uma corda feita com lençóis da casa do empresário Antônio Filho, de 68 anos, com quem mantinha relacionamento.

O incidente aconteceu depois da chegada da namorada do homem ao local, segundo Antônio Filho relatou à Polícia Militar. A ideia era que Vera Lúcia se escondesse na casa dos fundos. No entanto, ao tentar descer os 3,5 m que distanciam a janela e o chão, ela se desequilibrou faltando 1,5 m e se feriu depois de bater a cabeça.

Nesta quarta-feira (1º), o empresário prestou depoimento à Delegacia da Mulher da cidade, responsável pela investigação. Na saída do local, ele negou que havia dito aos policiais militares que a idosa improvisou uma corda para fugir pela janela. Ele qualificou o caso como "fatalidade", negou ter assassinado a costureira e não quis dar mais detalhes para "preservar a sua imagem".

O caso de Vera Lúcia foi registrado como lesão corporal gravíssima e violência doméstica no plantão da Delegacia Norte de Sorocaba e encaminhado para a Delegacia da Mulher de Sorocaba.

 Uol Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário