LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Quadrilha atira contra polícia e explode agência bancária em Piquet Carneiro

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Uma quadrilha armada atacou uma agência bancária na madrugada desta quinta-feira (10),no município de Piquet Carneiro, no Sertão Central, interior do Ceará. Segundo a polícia, os bandidos atiraram diversas vezes e depois explodiram o banco.

O crime ocorreu por volta de 2h, quando o grupo invadiu a cidade em diversos veículos. Eles fecharam ruas com alguns carros e atiraram contra o posto policial da cidade.

Logo em seguida, o grupo quebrou as portas da agência e entrou no local. Eles detonaram os dispositivos explosivos e depois fugiram atirando diversas vezes. O prédio do estabelecimento bancária ficou destruído.

Moradores da cidade disseram que ouviram três grandes explosões vindas da agência. Muitas pessoas ficaram assustadas e se esconderam nas casas.

O grupo conseguiu escapar. A polícia não soube informar se a quadrilha teve acesso ao dinheiro da agência.

Equipes da Polícia Militar de Piquet Carneiro e de cidades vizinhas foram acionadas para realizar buscas no local. Até a manhã desta quinta-feira (10), ninguém havia sido preso.

18º ataque a banco

Com esse ataque, subiu para 18 o número de ações criminosas contra estabelecimentos bancários neste ano no Ceará, de acordo com o Sindicato dos Bancários. O número inclue assaltos e furtos a agências bancárias, clientes e carros-forte.

O casa mais recente havia ocorrido no dia 7 de maio, quando uma quadrilha explodiu um carro forte na rodovia que liga os municípios de Santa Quitéria e Forquilha. Pessoas que passavam pelo local foram levadas como reféns e depois liberadas. A quantia roubada na ação não foi informada pela polícia. Com informações do G1 Ceará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário