LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801

quinta-feira, 17 de maio de 2018

PM é morto a tiros em tentativa de assalto em Botafogo

Cabo da Polícia Militar é morto em tentativa de assalto em Botafogo
Cabo da Polícia Militar é morto em tentativa de assalto em Botafogo

Um cabo da Polícia Militar foi morto a tiros em Botafogo, na Zona Sul, no fim da noite desta quarta-feira. De acordo com informações preliminares obtidas pela PM, ele teria sido vítima de uma tentativa de assalto. Lotado no Centro Integrado de Comando e Controle, a vítima foi identificada como Rafael Silva Estêvão. Ele foi o segundo PM morto em um único dia no município do Rio e é o 49º morto no estado apenas este ano.
Sem uniforme, o PM estava em um Kia Serato, de cor branca. Segundo o relato de testemunhas a policiais, a vítima saía do veículo no momento que foi surpreendida pelos bandidos. Ele tentou se desvencilhar do assaltante, mas um comparsa, também armado, disparou diversas vezes. Rafael foi atingido nas costas e morreu no local.
Não houve troca de tiros, segundo policiais. A arma da vítima estava escondida dentro do carro que ele dirigia, assim como sua carteira de identificação. Nenhum disparo foi deflagrado pela arma do PM. Colegas acreditam que ele tenha saído do veículo para evitar que os bandidos encontrassem a arma e o documento e o identificassem como policial. O caso está sob a investigação da Delegacia de Homicídios da Capital (DH).

DOIS PMS MORTOS EM UM DIA - O cabo não foi o único policial militar morto nesta quarta-feira no Rio. No período da manhã, o sargento Robert Nogueira de Almeida, 42 anos, não resistiu aos ferimentos após ser baleado em Cascadura, na Zona Norte do Rio. Ele tinha acabado de sair de casa e passava de moto quando foi abordado por assaltantes, que também estavam em uma moto.
Na ação, os bandidos encontraram a carteira de identidade funcional do praça e, em seguida, atiraram. Robert morreu no local. O sargento era lotado no Comando de Polícia Pacificadora (CPP) e estava a caminho do trabalho quando foi assassinato. O caso também é investigado pela DH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário