LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Acusado de matar e carbonizar corpo de professor no interior do Ceará é preso em São Paulo



“Denim” foi preso hoje em São Paulo, é acusado de matar o professor Paulo Aquino e chama a atenção o texto da tatuagem no seu braço direito. 
Uma ação conjunta de policiais civis de Aurora (CE) e Jacareí (SP) resultou na prisão de um jovem acusado de praticar um homicídio com requintes de perversidade na região do Cariri. Francisco Adenilton Gomes do Nascimento, de 26 anos, o “Denim” era considerado foragido da justiça e encontrava-se refugiado no interior de São Paulo onde os policiais cumpriram Mandado de Prisão Preventiva expedido pela Comarca de Aurora na manhã desta terça-feira.
Segundo o Delegado de Polícia Civil, Felipe Marinho, nos próximos dias “Denim” será recambiado para a cadeia pública de Aurora, a fim de responder Ação Penal pelo crime de latrocínio praticado contra o professor da rede municipal de ensino, Paulo Gonçalves de Aquino, de 33 anos. O fato aconteceu no dia 11 de outubro de 2012 e obteve grande repercussão no Cariri, principalmente em razão da maneira cruel como tudo aconteceu. Após ser morto a tiros, o professor teve o corpo carbonizado.
O acusado estava foragido desde a época do crime e vinha sendo procurado pela polícia de Aurora e outro denunciado no processo é Jean Júnior de Araújo Ferreira. No braço direito de “Denim” existe a tatuagem de um Rosário com a seguinte inscrição em meio a este: “Livrai-me de todo o mal. Amém!”. Não foi o que ocorreu com o professor Paulo Aquino, que residia na Rua São Francisco (Bairro Araçá), cujo cadáver foi encontrado por populares e carbonizado às margens da estrada do Sítio Olho D’água
Ele saíra de casa no inicio da noite do dia anterior após receber um telefonema, não mais retornou e nem foi visto nos lugares que costumava frequentar. A polícia descobriu que tinham roubado do funcionário público sua moto Honda Fan 125 de cor vermelha e placa OCR-0650, inscrição do Ceará, o capacete, o celular e o salário que havia recebido. Entretanto, a polícia investiga ainda a probabilidade de um crime passional.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário