LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sábado, 5 de agosto de 2017

Justiça Federal decreta prisão de oito empresários envolvidos em fraude do Juaforró




Oito empresários tiveram prisões decretadas pela Justiça Federal no Ceará (JFCE) nesta sexta-feira (4). O grupo é acusado de fraudar contrato de licitação entre a Prefeitura de Juazeiro do Norte e o Ministério do Turismo para a realização do evento Juaforró, realizado na cidade de Juazeiro do Norte, no ano de 2008.

Os condenados José Mauro Gonçalves de Macedo, João Rodrigues Valério, Fédor Dostoievsky Viana, Francisco Renato Sousa Dantas, Antônio Arnoud Lopes, Gabriel Rubens Plácido Almeida, João Matias Rodrigues e Paulo André Santana de Melo tiveram diferentes sentenças. Juntas, as condenações ultrapassam 77 anos de reclusão. A informação é do Diário do Nordeste.

A maior pena é a de José Mauro Gonçalves de Macedo. Por ser apontado pela Justiça como líder do esquema, Macedo deve ser mantido preso durante 22 anos e 10 meses. Em seguida, as maiores penas são de João Rodrigues Valério e Antônio Arnoud Lopes. Ambos, condenados a 15 anos, cada.

Conforme o Ministério Público Federal (MPF), para a promoção do evento, o grupo fechou convênio com o Ministério do Turismo e recebeu R$ 900 mil do Governo Federal. O Juáforro era realizado anualmente, sempre no mês de junho e envolvia música, teatro e danças típicas.//////
elberfeitosa.blogspot.

Nenhum comentário:

Postar um comentário